quarta-feira, agosto 09, 2006

Outras Leituras V - (A justiça do Juiz da Beira)

Vêm à audiência (do Juiz da Beira) quatro irmãos; um deles muito preguiçoso, outro que sempre baila, outro que sempre esgrime, outro que sempre fala de amores. A estes per morte do pai não lhes ficou senão asno; deixou o pai no testamento que herdasse um deles e não nomeou qual. Entra o preguiçoso dizendo:

“Não há hi favo de mel
tão doce como a preguiça;
é mais desenfadadiça
que bom pomar, nem vergel,
noutro dia um meu amigo
em siso bradou comigo
porque durmo trás do lar.
Na cinza, que o acertar;
porque diz o verbo antigo,
em cinza t´hás-de tornar.
- Melhor é ser preguiçoso
que homem negociado;
porque quem for repousado
não será malicioso,
mas será homem de bem:
não dirá mal de ninguém
todo o tempo que dormir,
nem madrugará a aquerir
por haver o que outrem tem.”
(...)
..................................................................................................................

(O espaço não permite que aqui se conheçam as inflamadas alegações do bailador, do amador e do esgrimador, prenhes de argúcia, fazendo valer, cada um o seu direito à herança; mas a vossa tolerância e afeição merecem, no mínimo, que conheçam a lapidar sentença lavrada pelo emérito “Juiz da Beira”. Ora, oiçam...)

“Julgo per minha sentença
que o asno seja citado
pera a primeira audiência.
- Em tanto podeis cantar
e bailar e espreguiçar
qu´eu vou buscar de comer.
E quem de mim mais quiser
Caminhe e vá-me buscar...”
(...)

Gil Vicente – in “Auto do Juiz da Beira”

Assim vos deixo em meditação sobre os caminhos da justiça em Portugal, enquanto me apresto a preguiçar mais uns dias, deixando-vos cientes que “não direi mal de ninguém, todo o tempo que dormir”... E que não sou parte em tal demanda!...

Até breve!

18 comentários:

FOTOESCRITA disse...

Cá ficarei meditando. Até breve!

DIAFRAGMA disse...

Enquant’ ides preguiçar
eu ficarei a bailar
aguardando com certeza
mais palavras com destreza
vindas de vossa alteza…

(Gente Vicil in “Auto do Diafragma”)

hfm disse...

Da justiça em Portugal? Parace-me que as férias são mesmo precisas ;)

Maria P. disse...

E enquanto o Juiz não regressa, como o tempo é longo, vou preguiçar, bailar,esgrimir, de falar de amores...até a sentença o dito: ditar.

vida de vidro disse...

Preguiçar, bailar, esgrimir e falar de amores. Hmmm...parece-me a mim que os quatro irmãos mereciam o asno... :)
Preguiça muito. Que, de justiça por cá, estamos conversados. :)**

lazuli disse...

bem o asno ganha sobre os caminhos da justiça em Portugal. Esse juíz deve ter reencarnado num desembargador da relação, com o devido respeito, ou nem por isso.
Espero egoisticamente que não demores.

Licínia Quitério disse...

Até breve, Juiz de boas causas!
Licínia

Afrodite disse...

… E di chi vide
sotto l’etereo padiglion rotarsi
più mondi, e il sole irradiarli immoto,
onde l’Anglo che tanta ala vi stese
sgombrò per primo le vie del firmamento…

Estas palavras de Foscolo não são propriamente o comentário a este post, mas a tudo que por aqui li.

§(~_~)§ beijo da Afrodite
(uma carinha d'anjo num corpo espectacular, com tudo no sítio, muito dentro do prazo, sem aditivos nem silicones)

OvelhaNegra disse...

Boas férias! Não aceito essa da meditação sobre o caminho da Justiça em Portugal. Também estou de férias.
Já me basta levar o ano inteiro a meditar sobre isso. Risos.
Um beijo*

Peter disse...

"Melhor é ser preguiçoso
que homem negociado", nesse tempo ainda não havia políticos.

Justiça, qual justiça?

Menina_marota disse...

Hoje é feriado, não me apetece meditar e muito menos dizer mal de quem quer que seja...

E essa preguiça, quando acaba? eheh

Continuação de boas férias... vou passando
Um abraço ;)

JPD disse...

Excelente!
Um grande abraço

Bel disse...

Alviceras senhor porque a justiça tem varias faces.
Boas ferias

Paulo Sempre disse...

No "direito da fámilia" há muitas histórias que não são "bacatelas juridicas". A determinação da hora da morte e as "luvas" entregues ao médico que certifica a morte podem fazer das partilhas "novos ricos"... é assim a vida e a morte, né?

Abraço
Paulo

Nilson Barcelli disse...

Não conhecia este auto...
Aquele Gil Vicente era muito bom.
Abraço e continuação de boas férias.

tecum disse...

férias acabadas, tanto para ler, para cogitar!
beijo, amigo.

Maria P. disse...

Mau Mau Maria!

Tanta preguiça!!

OrCa disse...

pois que venho ataviado
em meu caminho p'ra férias
asinha, por meu cuidado,
passarei bem sem tais lérias?
que não, eu tenho por certo...
por ler este bravo Herético
brotam flores pelo deserto
de um odor, senhores, tão ético!...
;-)

Encontro-me de abalada, meu amigo. Mas temos aí um encontro a marcar em princípios de Setembro. Fica combinado.

um abraço.