quarta-feira, abril 18, 2007

Technorati Buzz TV - Joshua Bell, Violin Virtuoso, DC Subway

Perólas a Porcos?

16 comentários:

Opintas/Bernardo disse...

Provavelmente no meu caso.
Uma boa tarde e um abraço.

PintoRibeiro disse...

E no meu. Terá razão o Bernardo. E tu.
Boa noite e um abraço.

isabel mendes ferreira disse...

absolutamente divino.....................inesquecível.






beijo. de agradecimento.

hfm disse...

Tínhamos aqui pano para uma longa conversa. A beleza, a cultura, os gostos estão hoje tão esteriotipados que, por vezes, são mesmo "pérolas a porcos". Frase que, aliás, ousei em Florença a 1ª vez que a visitei em Agosto sob um calor de 30 e muitos graus. As pessoas queriam gelados, comida e espojarem-se no chão. A beleza que ali está bem presente nada significava. Havia um motivo? Havia. E os que vão aos concertos para se mostrarem e que, no dia seguinte, nem sabem o que ouviram. E os que vão ler o livro para estar "in" mas dele apenas conhecem a história? E...

Fiquemos por aqui. Achei "divina" esta experiência e penso que o músico terá muito a reflectir sobre ela.

Cris disse...

Não faço a menor ideia, uma questão de opinião....

Beijinho
C.

Rafael Velasquez disse...

Uma mulher nua ou um casal fazendo sexo seria melhor contemplado pelas pessoas.

Entre linhas disse...

Absolutamente divinal...

Adorei.

Bjs Zita

António Melenas disse...

Acho que não. Nos states com todos os seus defeitos há muita gente culta e muita cultura para oferecer

Um abraço.
PS. Tenho estado sem computador e adoentado Só hoje vi o eu comentário.
Quanto às amendoeiras em glor não sei nada

Frioleiras disse...

mas q ideia a tua !

Maria disse...

Adorei...

Muito obrigada
Beijo

uivomania disse...

No mínimo, parece caso para reflectir sobre a natureza e essência dos porcos e das pérolas.

Opintas/Bernardo disse...

Bom fim de semana e um abraço.

PintoRibeiro disse...

Bom sábado, abraço.

Cris disse...

Deixei-te uma pequenina surpresa em Terra.... Passa por lá qdo puderes.


Bjo
C.

Vladimir disse...

Refere François Chateaubriand que “não somos nada, sem felicidade”.
Qual é a sua opinião sobre este tema?

Nilson Barcelli disse...

A maioria das pessoas consomem música (e a arte emgeral) tal como outro bem qualquer.
O rótulo, o embrulho, a referência, etc., é o principal elemento de escolha.
Quando os utentes do metro escutam alguém a tocar, não conhecem o rótulo e não são capazes de aferir o verdadeiro valor do que estão a ouvir.
Bom fim de semana.
Abraço.