quarta-feira, junho 06, 2007

"Bom dia, Vietname!..."

Bom dia, Vietname!...”. Lembram-se?!... Filme de 1965, descreve a dura aventura de Cronauer, um “disc jockey” em Saigão, num mundo à beira da loucura, em plena guerra. Uma comédia à medida de Robin Williams...

Destacado pelo exército para fazer um programa de rádio, Adrian Cronauer, a personagem principal, em doses massivas de humor irreverente e corrosivo e das músicas que a jovem geração contestatária então entoava nos E.U.A, subvertia completamente a “verdade” oficial da guerra e virava a vida de pantanas. Os soldados adoram-no. Os altos comandos sentiam-se ultrajados!...

Para mim o filme, para além de outros méritos, ficou como ilustração exemplar da inversão de valores inscritos nas verdades dominantes e nos poderes estabelecidos, sejam eles poderes militares, poderes políticos ou... poderes mediáticos!...

Compreenderão o que pretendo dizer.

Quem ouve e vê as nossas estimáveis RTP, SIC e TVI, ou lê a nossa imprensa, aliás reverentes e zelosas imitadoras do que “lá fora” se diz ou escreve, ficou a saber que, por capricho do ditador Hugo Chávez, foi encerrada a RCTV- Rádio Caracas, o que constitui um golpe inaudito contra a liberdade de imprensa.

É essa a mensagem. A decisão do governo do Governo de Hugo Chávez foi resultado de um capricho antidemocrático, sem qualquer justificação ou fundamento... Aliás, tudo o que actualmente se passa na Venezuela, não resulta de outra coisa que não sejam os humores ou o mau dormir de Hugo Chávez...

Acontece que o Presidente Chávez, agrade ou não às nossas impolutas vestais da liberdade de informação, foi eleito pela maioria do seu povo, que na sua política anti-imperialista se revê e apoia. E a decisão de por fim às emissões da RCTV-Rádio Caracas, está escorada em sólidas razões jurídicas e... políticas!

A RCTV-Rádio Caracas foi criada em 1953, por William H. Phelps, homem de negócios dos Estados Unidos, residente em Caracas. Entretanto, em 1987, sob a presidência de Jaime Lusinchi, do partido conservador Acção Democrática, foi publicado um decreto, estabelecendo que as “concessões para transmissão e exploração de televisões e frequências de rádio serão deliberadas por um período de 20 anos”; e, pelo mesmo decreto, são reduzidas à duração de 20 anos as concessões atribuídas até então.

Assim, nos termos da lei venezuelana, anterior ao Governo de Hugo Chávez, a concessão atribuída a RCTV-Rádio Caracas terminava, imperativamente, em 27 de Maio de 2007. É certo que o governo poderia ter renovado a licença. Mas não o fez. Mas não é isso o que acontece em todo o Mundo? Os governos soberanos não avaliam permanentemente o desempenho das concessões de serviço público e agem em conformidade?

E se as emissoras (instalações e equipamentos) são de propriedade privada, o espectro radioeléctrico é de domínio público (como o ar ou a água) e, portanto, vinculado ao bem-estar colectivo.

Por acaso o Mundo tremeu, ou se indignou, quando em 1976, Andrés Pérez, o então social-democrata Presidente da Venezuela, suspendeu o mesmíssimo canal de televisão por alguns dias por “difundir notícias falsas ou tendenciosas”?!.. Ou quando, em 1980, Herrera Campins, democrata-cristão, o fechou por vários dias, acusando-o de “sensacionalista”?!.. Ou quando, no ano seguinte, foi de novo suspenso, por emitir cenas de pornografia “hard core”?!... Ou quando, no mesmo mandato do presidente democrata-cristão, foi novamente a RCTV-Rádio Caracas colocada fora de serviço “por ridicularizar o presidente de forma humilhante”?! ...

Escandalizou-se o Mundo com estas decisões? Por acaso a nossa imprensa e solícitas televisões tiveram o profissionalismo de informar?...

Cai agora o “Carmo e a Trindade” porque o Governo de Hugo Chávez não renova a preciosa licença! A democracia venezuelana corre riscos de morte, proclamam inflamados. Cínicos! O peruano Alan Garcia acaba de fechar dois canais de televisão e três estações de rádio: Canal 15, Canal 27, Rádio Ancash, Rádio Miramar e Rádio Armonia. Algum escândalo internacional?!...Que sufoco! Não há pachorra...

À falta de outros méritos, apetece abrir a janela e gritar – “Booooooooom dia, Vietnameeeeee!”...

Como catarse!...

20 comentários:

hfm disse...

Gostei da catarse!

Cris disse...

GOOOD MORNING, VIETNAM!!

"What a wonderful world"

Filme Extraordinário, fabulosa actuação de TODOS e filme tantas vezes esquecido

um beijinho
Cris

vida de vidro disse...

Talvez tenhas razão. Sinceramente, não sei muito do caso. E sabe-se que os media passam a "imagem" que interessa aos grupos que os dominam. Convém mostrar Chávez como um ditador mas tens que concordar que ele não se preocupa muito em dar outra imagem... :)**

Maria disse...

Eu grito contigo!
É a "liberdade de imprensa" a funcionar só para um lado, cá, onde os trabalhadores têm MEDO de fazer greve.
Porque sabem que vão ser perseguidos. Porque lhes vão considerar falta injustificada. Porque este Governo é o pior governo que já tivemos. Porque engana. Porque mente. Porque as nossas televisões estão ao serviço de quem sempre estiveram - do lado ERRADO da vida!
Foi um desabafo. Desculpa.

Bom feriado...

un dress disse...

robin williams em bom.dia vietnam!

inesquecível...!!

aliás, é actor que me permanece vivo na memória de qualquer filme que faça!!

e sim, tudo parece ganhar forças ao contrário.
em toda a parte uma espécie de devoração.

e nós por dentro?

os olhos apagaram-se-nos?

good.morning, vietnam!!


bOm.dia. beijO

triliti star disse...

espero ver no domingo dia 10, dia de Portugal, o patriotismo deste povo encher de bandeiras as janelas, como no euro...

zetrolha disse...

O único "Good Morning Vietnam" que conheço é um filme porno...sou um defensor acérrimo do cinema independente e alternativo.
Mas a julgar pelo tamanho do teu post-que não tive tempo de ler-,o filme deve ser uma auténtica catarse.

PintoRibeiro disse...

Vou voltar com tempo. Estou a acordar, K'mrd.
Bom feriado, abraço.

OrCa disse...

Catar-se a gente é que também está a fazer falta! Catar-se destes chatos pulguentos e infecciosos!

BOOOOOOOMMMMMMMM DDDDIIIIAAAAAA VIETNAAAAAAMMMMMMM!!!

(Olha, aqui a vizinha está a olhar para mim, cuidando que emaluqueci... eheheh! A janela estava mesmo aberta!) :-)

Abraço.

Miosotis disse...

Um filme inesquecível, um grito de rebeldia intemporal, uma lição de amor à verdade... '...não há machado q corte/a raiz ao pensamento...'

bjs

Ana Luar disse...

Eu abro a Janela e digo sempre: Bom diaaaaaaaaaaaaaaaaaaa Lisboaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa, aqui onde a vida "poderia" ser muito mais que boa. rsrsrsrsr

Anónimo disse...

bom dia H.



só para te rever e re.agradecer. TUDO.




até um destes dias.



beijo.



(piano)

Licínia Quitério disse...

Deixa lá. Sempre alguém há-de gritar: BOOOMMM DIIIIAAA!!!

Há dias em que acredito :)

PintoRibeiro disse...

Agora li melhor e subscrevo.
Bom fim de semana e um abraço K'mrd.

Opintas/Bernardo Kolbl disse...

A ver as novidades,
bom fim de semana.
Agora é bommmm diaaaa Iraque,

bom dia isabel disse...

A noite cai mas, apesar disso, digo : Bom dia!
Beijinhos

Peter disse...

Dizes bem:

"inversão de valores inscritos nas verdades dominantes e nos poderes estabelecidos, sejam eles poderes militares, poderes políticos ou... poderes mediáticos!..."

P.S. - Fiquei satisfeito por teres apreciado o meu texto. Obrigado.

Popper disse...

Faço coro, obviamente. Um abraço e bom f-d-s.

Isabel disse...

Tenho a certeza que em muitos locais deste País se ouvirá chamar por Portugal, hoje dia 10. Quanto mais não seja, e será talvez, porque joga a Selecção Sub-21 para o Campeonato Europeu. Ele há coincidências ... que até dão jeito?!

Bjt

vida de vidro disse...

Bom dia e bom domingo! Desta vez não te safas. Tens um desafio lá no meu blog. Fácil, fácil... **