sexta-feira, dezembro 14, 2007

oscar niemeyer: a vida é um sopro

“Não quero me fazer incómodo e falar da vida com o desprezo que ela merece. Lembrar a miséria, a violência, que crescem por toda parte, e esse futuro sem solução que o destino nos impõe?
Prefiro pensar que um dia a vida será mais justa, que os homens não se olharão a procurar defeitos uns nos outros, como tantas vezes acontece. Que, ao contrário, haverá sempre a ideia de que em todos há um lado bom, uma dada qualidade a destacar (Lenine dizia que 10% de qualidades já seriam suficientes)”...
Ver em - Folha Online

29 comentários:

Maria disse...

Fez-me bem ler este post.....
Obrigada

bettips disse...

Fascinante! Obrigada. Saltam da memória todos os sonhos de que ouvia falar nos anos 50/60. E toda a força da Humanidade inteira, a bela, pelas mãos dum lutador por ideais.
Abçs

velha gaiteira disse...

ora bolas, menino!
ainda acreditas em fadas?

nem penses!

com os anos que jé vivi cheguei à conclusão que recordamos, recordamos sempre para atordoar a sensação de que a vida não prestou para nada!

Oliver Pickwick disse...

Ei, Herético, já de volta, hein? Espero que tenha aproveitado as férias, e que os rapazes do Santo Ofício o tenham deixado em paz.
Sobre estes posts, o que posso dizer? Como brasileiro sinto-me orgulhoso pelo centenário desse gênio-humanista, e, agradeço-lhe pela oportuna lembrança desse sua pbulicação.
Abraços, ótimo fim de semana!

un dress disse...

linda pessoa.

ainda bem que o sopro...dura! :)





beijO

Licínia Quitério disse...

Que mantenhamos esse sopro que os Homens Grandes nos transmitem.

Deixo aqui os melhores votos, para ti e para os teus visitantes, de um Feliz Natal, seja ele o que for, no coração de cada um.

jrd disse...

Uma grande figura da contemporaneidade.
Quando as referências são comuns, há homenagens que se cruzam.
bfs

jrd

Maria Laura disse...

São precursores do futuro como ele que fazem o mundo avançar. Bom seria que todos tivéssemos consciência disso, fazendo com que esse sopro nos embelezasse os dias.

Kalinka disse...

Vou começando, aos poucos a deixar umas imagens alusivas ao Natal.
Estamos em contagem decrescente. Mas, vou sabendo de coisas, e gostaria de as divulgar, quem sabe, vos possa interessar alguma delas?
Daí que o título seja:
SABIA QUE...

Bela homenagem a Óscar Niemeyer.

FESTAS FELIZES.

M. disse...

O que mais aprecio nele é a sua capacidade de acreditar que a Humanidade virá a ser melhor, pensamento raro em pessoas desta idade.

São disse...

Este arquitecto demonstra bem como a velhice não tem só a ver com cronologia! O cineasta Manoel Oliveira também assim como meu Pai.
Bom fim de semana.

SILÊNCIO CULPADO disse...

Eu também quero acreditar que sim e é essa fé que me norteia. Mas às vezes é difícil.

Se me permites faço-te um esclarecimento: o Noticias da Manhã não é um jornal diário de segunda a sexta, do grupo Primeiro de Janeiro, sediado no Parque das Nações e direccionado para a zona da grande Lisboa embora com distribuição a nível nacional.Tenho uma colaboração todas as 5ªs.feiras.

Só- Poesias e outros itens disse...

Gostei do post. Um homem que merece nossa atençao, para quem disse muito sobre vida e beleza.

Ju gioli

Vieira Calado disse...

Você fez-me rir com essa do perú, em plástico, do Brush!
O que será que leva este ano?, com tanta porrada que têm levado?
Estou curioso.
Olhe, desejo que passe esta quadra com alegria... e sem pensar muito, em desgraças.
Um forte abraço.

Miosotis disse...

Niemeyer - a sua obra transmite uma 'imensitude' universal!
Cem anos?! Que loucura! Mas que sensatez e tranquilidade!

'A vida é um sopro' - foi a expressão que mais retive...

Sensibilizada pelo teu olhar atento poisado em 'fragmentos'!

Um excelente domingo!

OrCa disse...

"A vida é um sopro", mas tem mil fragrâncias. O arquitecto Niemeyer não tem cem anos. Tem uma vida.

E de vidas essas nos fazemos, que se os amanhãs cantarem há-de ser porque alguém, em algum lugar, vai cultivando essa arte de cantar.

Abraço.

Jasmim disse...

Gosto muito do trabalho de niemyer.

Graça Pires disse...

Uma pessoa fascinante.
"Haverá sempre a ideia de que em todos há um lado bom"
Será que é esta "utopia" que o faz viver?
Um abraço

foryou disse...

Eu também prefiro pensar nisso. Afinal se todos o pensarmos, quem sabe não passaremos a ver (fazendo) o mundo bem mais colorido?!!

Um Ar De... disse...

Deve ser incrível darem a um arquitecto um imenso descampado e proporem:
- Anda, toma lá! Desenha a capital do Brasil!... [No budget?! I suppose...]
E mais incrível deve ser chegar aos 100 anos e poder andar, ainda sobre as duas pernas, por entre os espaços que o génio que caminha sobre elas concebeu e reconhece como obra sua!...

velha gaiteira disse...

Bom Natal, com muita sáude e calor humano!

Abraços da

velha gaiteira

isabel mendes ferreira disse...

é mesmo. um sopro!




____________


gostei. do post.

muito.

Nero disse...

O Lénin estava a pensar nele próprio...eheheheh.
Abraço.

Belzebu disse...

Independentemente do valor artístico que todos lhe reconhecemos, é um ser fascinante, um verdadeiro sopro de juventude!

Aquele abraço infernal!

SILÊNCIO CULPADO disse...

Tenho que acreditar que um dia a vida será mais justa. Mas para isso não posso acomodar-me à injustiça, à desigualdade, à mentira e ao egoísmo. Acredito no lado bom das pessoas. Mas penso também que é necessário que nos envolvamos para que esse lado bom prevaleça. E é também preciso que lutemos por um mundo melhor para que sejamos dignos que ele aconteça.

Anónimo disse...

frio. redondo. como as linhas dele.















piano.

jawaa disse...

Boas Festas!
Que se cumpram todos os teus desejos no Ano Novo que chega.
Por mim, que haja mais Consciência para o que nos cerca e mais e melhor Educação.

batista disse...

grato pelo post. este espaço preserva os bons fluidos.
um abraço fraterno.

pentelho real disse...

acredito que em todos os homens há um pouco de bom. mas creio também que, por vezes é muito pouco. penso que irá ser sempre assim e que nunca haverá mudança neste mundo.
os grandes são maus, mas os pequenos também. as causas? são muitas, mas a avalanche nunca irá parar.
não venho desejar boas festas,
seriam mais palavras iguais a tantas outras, mas, gostava que...


e tenho penam muita pena.


assim, vou brincando...

alienação?

não: uma defesa.