domingo, dezembro 28, 2008

Granítica esperança...

Colapsam as palavras e despenham-se na voragem
Das paisagens geladas. Lonjuras que apenas os ventos
Ousam. Pressente-se o grito perdido das fragas
Em simulacro de dor.

Vã a tentativa para além do azul coalhado
E das farripas de bruma que incendeiam os vales
Como bocas sinuosas de dragões em danças guerreiras.
Ou monges brancos em penitências aladas no milagre
De todas as lembranças...

Fantasmagorias soltas debruçadas sobre as casas
Perdidas. Solidões de cabras balindo a urze
E as magras tetas. Ventres que se abrem nas encostas
Em presépios de abandono... Lá no alto a íngreme
Penitência das dores e de todas as promessas.
Pagãos que somos.

Guardamos o inesperado. E a rocha parideira.
E colhemos no restrito núcleo de afectos o gosto
Do vinho que bebemos. Confortados. E a água
Que calamos. E agitação febril dos olhos.
E dos sonhos.

Imensos na granítica esperança tatuada no rosto
Vivo dos homens.

Em cada esquina de solidariedade e luta...

...........................................................

Votos de feliz Ano Novo.
Com esperança em melhores dias. Apesar de tudo...

49 comentários:

Licínia Quitério disse...

A esperança dos homens como mãe e filha da rocha parideira. A força da montanha tão grande como a dor dos homens que calam a água.

Épico poema. Felicito-te uma vez mais.

Ano Novo Feliz para ti e todos os que amas.

Maria disse...

Granítica paisagem que adivinho. E as rochas parideiras. E o frio que gela e a lareira que aquece. Bela terra!

Belíssimo poema, outra e outra vez.

Um bom ano para ti e família.

Beijos. e beijos.

hfm disse...

apesar de tudo... bom ano e esta presença que se borda em cliques.

mdsol disse...

Tem de ser mesmo granítica...
:))

Vera disse...

Feliz ano novo também para ti! E sim, com esperança, apesar de tudo ;)

Beijo grande

Mar Arável disse...

Contra o destino

ousar

ousar

2009 - o melhor possível

Abraço-te

isabel mendes ferreira disse...

muito mas muito e muito bem ESCRITO!!!!!!

.




curvo-me.



.


bom ano M.
.

sempre.

dona tela disse...

Boas entradas para si.

vida de vidro disse...

Terá que ser mesmo granítica, e esperança que nos norteia neste novo ano. Mas que seja esperança, ainda assim!
É preciso dizer da excelência do poema? :)

Um BOM ANO de 2009! Beijo

Graça Pires disse...

Precisamos, sim de uma granítica esperança. E havemos de tê-la. E E colheremos "no restrito núcleo de afectos o gosto do vinho que bebemos. Confortados. E a água
Que calamos. E agitação febril dos olhos.
E dos sonhos."
Belíssimo poema. Um beijo e que o Ano de 2009 seja de Esperança e de Amor. Que seja muito BOM para si.

escarlate.due disse...

"e dos sonhos"...
que tenhas muitos em 2009, Heretico!!

e obrigada por todas as palavras dos anteriores :)

bom ano! beijinhos for you

Alvarez disse...

Caro Herético,

Um abraço e um bom 2009!...

Alvarez

C Valente disse...

Prospero ano 2009
Saudações amigas

rosasiventos disse...

´estar presente é sempre infinitamente mais poderoso do que qualquer coisa que se possa dizer ou fazer`



BEIJO

(de milagre e granítica esperança*

~pi disse...

planáltico abraço, amigo,

( com voos de águia :)



~



bom ano, tempo,

Véu de Maya disse...

na névoa das palavras fortes e profundas o teu poema é uma clareira imensa se esperança...

Obrigado pela tua presença na minnha vida virtual que tanto aprecio...estou pra te desejar Um ANO Novo, cheio de saúde e sonhos e felicidade...E que a Paz e O amor e a solidariedade cresçam...nesta bela utopia que tanto desejamos.

abraços

Véu de Maya

Peter disse...

2009

Não é fácil formular votos para o ano de 2009, numa sociedade marcada pela falta de valores humanos fundamentais e perante as perspectivas de uma crise económica, que afectará principalmente as camadas mais desfavorecidas. O meu desejo utópico é solicitar o empenho de todos, pessoas e instituições, públicas e privadas, para se superarem as dificuldades e se construir uma sociedade mais justa e mais humana.

Peter

jawaa disse...

Belíssimas as tuas palavras, como sempre, diga-se.
Um abraço com os melhores desejos de Bom ano de 2009.

jrd disse...

Muito bom! Feito de graníticas palavras, inquebráveis.
Um abraço para 2009

Miguel Barroso disse...

Gostei do que aqui li.


Abraços d´ASSIMETRIA DO PERFEITO

Isaque De Moura. disse...

Magnífico!

"A força da montanha tão grande como a dor dos homens que calam a água."

Essa comparação foi belíssima!

Parabéns! Felicidades neste ano que está por vir.

Tinta Azul disse...

Que 2009 tenha dias bons.
E muitos de granítica esperança...

BJS

mariam disse...

Herético,
fabuloso poema! de esperanças feito... que bom é, voltar aqui.

um Fantástico 2009! lhe desejo.

um abraço e o meu sorriso :)
mariam


... também já estive lá, nesse lugar quase único no mundo, o dessas rochas... :)

maria disse...

Maravilha...

O MELHOR para ti em 2009
Beijinho

SILÊNCIO CULPADO disse...

Herético

Um texto literário em toda a sua plenitude. Um texto com a força dos que sentem e a lucidez dos que não cegam.

Um bom ano de 2009. (Quem sabe quando a esperança renasce?)

Bandida disse...

o melhor dos melhores para 2009!!



e um enorme abraço, senhor das horas.

casa de passe disse...

Imensos e imersos na granítica esperança ...

de sermos capazes de construir aquilo que delegamos nos outros e que esperamos que sejam eles a fazê-lo.

o pessoal da casa deixa os votos de um bom 2009

Lord of Erewhon disse...

BOM ANO!... e um canto no Éden para os comunistas ateus deste mundo! :)

Abraço.

Lord of Erewhon disse...

P. S. Não me curvo, porque sou vampiro, e, como sabes, até dos caixões nos levantamos direitinhos como uma tábua... :)

Arabica disse...

Granitica a esperança,


quando o mundo de pó se cala...!


Intemporal esta tua escrita, nos sulcos que nos ofereces a ler!


Um BOM ANO NOVO para ti e todos os teus!

Abraço

© Piedade Araújo Sol disse...

pois pode ser!

deixo os meus votos de um bom 2009 e um beijo de agradecimento por tudo!

Ant disse...

E que luta vamos ter.
Um abraço e bom ano.
Passa nas Conversas de Xaxa.

mdsol disse...

Volto para desejar um ano bom!
Com o meu melhor :))))))

Frioleiras disse...

Happy New year .......!

São disse...

Granítica e sempiterna esperança nas mãos de quem recusa desistir!

Um esperançoso 2009 para ti, Companheiro!

M. disse...

Valha-me, já ia a caminho pelos
basaltos graníticos quando me lembrei que não tinha acertado num certo relógio. que caos. Perdi o comboio mas valeu ou as lembranças iam atormentar-me 365 dias.
Herético. Que te surja sempre o inesperado BOM à porta. De sonhos, só se for os de abóbora que os outros são voláteis :)
mas acontecem..

abraço grande e bom 2009

Oliver Pickwick disse...

Apesar de tudo, desde tempos ancestrais que os chineses afirmam que as crises são também oportunidades. Desconfio que tem "um pé" na velha China, afinal, ser portador de granítica esperança é uma virtude essencial para enfrentar qualquer crise além de outros males.
Um feliz 2009 para você!
Um abraço!

tulipa disse...

Amigo

Vamos exigir tudo a que temos direito: saúde principalmente.
O dia hoje não começou nada bem…
Acabei de fazer um post:
“Todos juntos pela Tânia”
se o leres verás porque digo isto.

Embora esteja de cama desde o dia 26, só hoje saí de casa para ir apanhar uma injecção, toda a noite a arder em 39 de febre…enfim…é um mal menor ao pé do que a m/sobrinha está a sofrer.

Por isso, peço:
Vamos todos dar as mãos pela Tânia.

Também eu faço votos que 2009 seja muito melhor do que 2008, porque para mim este ano é para esquecer, completamente.

Termino com
sonhos, beijos, sorrisos, lágrimas, flores e .... poesia!

OrCa disse...

Apetece-me adivinhar em ti, através de tal poemaço, esta ancestralidade que nos corre no corpo e a que damos pouca atenção.

Venha, então, o poeta dizer o indizível, alertar para o imaterial tão consistente, gritar que nos fica «no limite da amargura, uma janela aberta, uma janela iluminada...», como diz o Paul Élouard trazido pelo Daniel Filipe, na Invenção do Amor.

Como o dizes tu, entre fragas e urzes, certo da esperança por entre o desassossego.

A nós os poetas!

Radiante por te conhecer e com um abraço, este teu amigo.

- E para quando o livro com tais poemas? Não seremos nós merecedores dele?... ;-)

isabel victor disse...

Solidões de cabras balindo a urze
E as magras tetas. Ventres que se abrem nas encostas
Em presépios de abandono...

___________ poderoso. granítico. telúrico



(gostei tanto ...)



Herético, que o novo ano seja como uma viagem no ALFA pendular em classe conforto ...


adoro viajar de comboio e gosto de passar por aqui pendularmente.


Abraço-te



iv*

isabel victor disse...

Este poema fez-me lembrar o rosto anguloso de Torga e as graníticas paisagens do seu olhar.


Voltei. Reli ... e gostei ainda mais. obrigada


iv

mariab disse...

Excelente poema como muitos que aqui tenho lido. Desculpa não comentar.
Desejo-te um Bom Ano e convido-te a visita~r

http://espessahumanidade.blogspot.com

PiresF disse...

Muito, muito bom.

Que neste Novo Ano, venham mais destes.

Um abraço e votos de um bom 2009.

Fragmentos Culturais disse...

...sem palavras! Só para ler...
Imenso!!

Bom Ano Novo!
Fraterno 2009!

Um beijo,

... pelos votos deixados em 'fragmentos', sensibilizada!

Cata-Vento disse...

É necessário alimentar o sonho de que tudo vai mudar.Estão dentro de cada um de nós a força e a vontade para operar essa mudança.
Bom Ano Novo!

Beijinhos

Bem-hajas!

Justine disse...

Obrigada pelos votos, que retribuo, alargados.

Maria P. disse...

Apesar de tudo, a esperança...

Beijinho e bom ano*

audrey disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
audrey disse...

Happy New Year!

A White and Soft New Year!!!