quarta-feira, abril 08, 2009

CÂNTICO DA PÁSCOA

Que querei daqui, vós, portentosos sons
Que do Céu vindes procurar-me no pó?...
Soai antes onde há corações bons
A mensagem bem a oiço, porém, falta-me a fé
E milagre é da Fé o filho amado...

Àquelas esferas não ouso aspirar
Donde me vem a boa e doce nova;
Mas quando o som se renova
À vida novamente quero voltar...

Então descia em mim a benção
Do Céu, na paz do Sábado, serena
E a voz dos sinos, de presságios plena;
E era um prazer fogoso a oração...
Um indizível anseio me impelia
A floresta e campos correr
E, entre lágrimas ardentes, sentia
Que em mim um mundo começava a nascer...

O Canto veio lembra-me os jogos de infância
Da Primavera a festa livre da alegria;
O ânimo infantil sustenta-me a lembrança
Que do derradeiro passo me desvia...

Ressoai, ressoai doces hinos do Céu!
Lágrima, corre! ... Terra, aqui estou eu!...


Johann Wolfgang Goethe - in "Fausto"

.......................................................

Boa Páscoa.
Procurarei acompanhar, na medida do possível, as vossas edições.

Beijos e Abraços

21 comentários:

Maria disse...

Se estivesse no teu lugar iria por aí acima, aproveitar o que ainda podemos aproveitar... enquanto é tempo...
:)))

Boa Páscoa
Beijos, beijos

Graça Pimentel disse...

"a voz dos sinos" lembrou-me a Páscoa na Silvã. Uma aldeia perdida da Beira Alta onde passei tantas e tantas Páscoas. O encher de flores o caminho que o compasso iria fazer até entrar em casa dos meus avós... O lilás, florido e cheiroso, junto à escada de pedra...
Foi boa a recordação.

Boa Páscoa

Alvarez disse...

Amigo Herético,

Que força ou não fosse de Goethe.
Um bom fim de semana e Boa Páscoa!...

Abraço,

Alvarez

escarlate.due disse...

boa Páscoa Heretico!


agora vou ler os post em atraso que o tempo tem sido escasso
beijo

mdsol disse...

Boa Páscoa

:))

Vieira Calado disse...

Que dizer deste primoroso texto?

Bem adequado à quadra.

Um forte abraço.

rouxinol de Bernardim disse...

Feliz páscoa e que a vida te sorria sempre!

OrCa disse...

Que os deuses te prodigalizem um cesto de ovos, dos melhores, dqueles de onde brota a vida... Mas se os deuses estiverem distraídos, como tantas vezes acontece, que lá no teu retiro se encontrem as galinhas poedeiras que saibam substituir-se aos deuses!

Um grande abraço e boa Páscoa.

Maria P. disse...

Feliz Páscoa.

Beijinho*

vida de vidro disse...

"À vida novamente quero voltar..." Esse é o espírito da Páscoa, cristã ou não.
Boa Páscoa! Beijos

Tinta Azul disse...

Glória, glória
Aleluia.

Uma boa Páscoa para ti também.
BJS

Véu de Maya disse...

Pára instante sagrado...renascendo com toda a intensidade...belíssima a escolha deste pedacinho tão poético do Fausto de Goethe.

estou pra te desejar Uma Páscoa imensamente feliz.

abraços,

Véu de Maya.

C Valente disse...

O coelho da Pascoa anda á solta
Por muitas casa ele vai entrar
O ovo de chocolate oferecer
A todos Feliz Pascoa desejar

Pascoa Feliz com saúdações amigas

Lord of Erewhon disse...

Igualmente... ;)

Abraço!

Leonor disse...

ola
sabes que sempre vi goethe e todos os pensadores alemaes como dificeis? sinto-os numa dimensao que nao consigo la chegar porque me falta algo para atravessar a ponte.
é triste dizer isto mas e verdade.
beijinhos

Vitória disse...

A alquimia da Páscoa doura a venda que trouxe da festa pagã.

Assim fosse, antes fosse.

Que de Sabados serenos já muitos se aventuraram a outras esferas não tão santas.

E depois de amanhã (aleluia, aleluia)que canto profano entoa a garganta no esquecimento?

Fragmentos Culturais disse...

... Goethe! Intemporal e sublime!

Continuação de fraterno tempo de Páscoa!
Um beijo,

Oliver Pickwick disse...

Ao invés do famigerado coelho, o Dr. Fausto. Realmente não tem pretensões a candidatar-se ao "império espiritual". :)
Um abraço!

São disse...

Obrigada por me dares a conhecer o poema.
Que a tua Páscoa te trga +optimas surpresas nos ovos de chocolate.
Um abraço.

Vieira Calado disse...

Olá, amigo!

Obrigado pela partilha.

Um forte abraço

Graça Pires disse...

"O Canto veio lembra-me os jogos de infância
Da Primavera a festa livre da alegria;
O ânimo infantil sustenta-me a lembrança
Que do derradeiro passo me desvia..."
Gostei disto. Muito. Espero que tenha tido uma boa Páscoa.
Um abraço.