sexta-feira, abril 03, 2009

Persistência do Azul...

Persiste o azul como se a boca fosse vulcão
Em transe de soltar-se. E o vermelho indício
Apenas. Ou ténue labareda em asas de cetim...

Sopram os olhos brasas. Também azuis.
Como se a hora do voo fosse de espera
E a borboleta apenas o corpo da brisa
Que de tão suave se queima e queimando
Se arrisca no canto fugidio da chama...

Flores de lume nos traços de azul vestidos.
Como farrapos de céu que em dor se abrem.
E em desejo se cumprem sobre as horas
Caprichosas do voo no esplendor dos dias...

E deste lado o fio e a seda dos laços
Em que cativo me solto. E me comovo.
No azul que bebo em coloridos tragos...


..................................................

Bom fim de semana!
Beijos e abraços

37 comentários:

SILÊNCIO CULPADO disse...

Herético
És poeta de mão cheia. Pronto, que mais vou dizer a não ser desejar-te um bom fim de semana?


Abraço

jrd disse...

Ah Poeta!
Porque o azul é vermelho nas tuas palavras de lava.

Véu de Maya disse...

lindíssimo, com seu lado esotérico,
como um manancial de emoções coloridas e de vivências flamejantes...invejável poema.

abraços

mdsol disse...

Tão bonito!

:)))

Graça Pimentel disse...

Um bonito azul para início de fim de semana.

beijo

Mar Arável disse...

Azul sim

nas suas várias tonalidades

em concerto

de infinitos

nas tuas palavras

inconformadas

de tão belas

Abraço poeta amigo

Vitória disse...

Desfio
Teias de tempo.
Afasto horas,
Abro caminhos,
Passos sabidos de ti
Sorriem na bruma.
É a madrugada
Que molho no reencontro,
Que grita o teu nome
À luz cega do abraço.
Desfio
Saudades, palavras, olhares,
Hoje volto,
Hoje tomo
Em ti o meu lugar.


Não deixo o beijo.
Só as palavras.
Às vezes sou Maria.

Maria disse...

Também me comovo. Com as tuas palavras. Com o teu azul, persistente.
Com o meu azul, sempre... o do mar...

Beijos

Fragmentos Culturais disse...

... eu adoro o azul! Sou 'subjectivamente' suspeita!

Lindo! A última estrofe me 'seduz'!

Bom fim-de-semana!
Um beijo,

... perdoa meu atraso :(
Só agora começo a ter algum tempo para mim! Estar com os 'amigos'!

vida de vidro disse...

In_finitamente azul. :)
Bom fim de semana. **

Isabel disse...

bom de tudo M.




beijo.

Arabica disse...

De azuis laços e comoções.


Bom fim de semana, para ti também.


E um beijo.

mariab disse...

azul ardendo. em fogo de palavras.
beijo. bom fim de semana

OrCa disse...

Já nem te digo mais nada, pois sei que não te queres poeta... ;-»

Entretanto, estás desafiado, no Sete Mares, vê lá tu, para essa coisa inominável que é uma corrente. Se estiveres para aí virado, avança.

Um abraço.

maria disse...

"Flores de lume" são estes teus versos, "laços" que cativam porque comovem...
Beijo

Peter disse...

Rubaiyat 26

”O vasto mundo: um grão de poeira no espaço.
Toda a ciência dos homens: palavras.
Os povos, os animais e flores dos sete climas: sombras.
O resultado da tua perpétua meditação: nada.”

(Omar Khayyam)

Bom fds

Tinta Azul disse...

é...
o poder do azul...

[as tuas palavras sempre poderosas]


BJS

Miosotis disse...

... outra que é 'suspeitosamente azul' - eu!

Um poema lindíssimo, construído em volta do azul, a cor da profundidade, da inteligência, e do afecto! E o vermelho, a cor da paixão, da intensidade, do ciúme [que está aqui ausente]... talvez porque predomine o azul...

Um beijo afectuoso,

... lamento ter demorado tanto a visitar-te, mas tenho agora mais tempo para 'estar' com amigos!

casa de passe disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
casa de passe disse...

já os olhos se me cansam e já tudo me custa a ler mas com farrapos de céu é sempre muito bom sonhar...


Ernesto, o avô

Isamar disse...

Amigo, a tua poesia é de primeira qualidade. Deixa-me encantada, com vontade de pedir mais e mais.
Publica-a, Poeta!
Quanto às narrativas que aqui nos tens deixado têm a mesma qualidade.
Escreves muito bem!

Bem-hajas!

Beijos

Branca disse...

Belo poema em tons de azul!

Boa semana pra vc!

Carla disse...

envolta em manto azul..saio em silêncio rendida à beleza das palavras
beijos e boa semana

Licínia Quitério disse...

No azul em que me comoves, Poeta.

jawaa disse...

Azul... até ontem.
Mas o teu azul permanece. E é lindo!
Um abraço

Graça Pires disse...

Poema em tons de azul-fogo.
Um abraço.

Oliver Pickwick disse...

Data venia para cá, Data venia para lá, a sua poesia se refina a cada dia, prezado amigo. O que me lembra um caso famoso aqui, o de um juiz que proferiu um sentença inteiramente em versos. Navegar além dos cânones habituais é preciso.
Um abraço!

mariam disse...

Herético,

que LINDO!
ler palvaras destas, também eu fico em suspenso e, 'Em que cativo me solto. E me comovo.'

Boa Páscoa!
um abraço e o meu sorriso amigo :)
mariam

Frioleiras disse...

que bonito ... e o azul já não é a minha cor preferida, de há muito....

acho-a fria mas tu... soubeste dar-lhe doçura.................

Maria Clarinda disse...

Como sempre os teus poemas predem-me. Jinhos muitos

Arabica disse...

Persiste.



E o mar, também.



Beijos

dona tela disse...

Apesar das circunstâncias vigentes, auguro-lhe uma Boa Páscoa.

Até breve.

bettips disse...

Bastam-me perfeitas palavras. Donde se me aclaram ideias.
Tantas vezes azúis como um céu iluminado!
Bjinho

* hemisfério norte disse...

azul
onde me banho
onde me perco

mar meu

~pi disse...

azul que vasa extravasa espalha e cobre

de azul-cobre verde

rosa laranjas-violeta

se abram :)





beijo





~

mdsol disse...

Voltei só para dizer que os azuis com este empate devem persistir rsrsrs

:)))

© Piedade Araújo Sol disse...

um poema azul...

o azul é o céu, o mar e também uma das minhas cores preferidas.

o poema está muito suave e belo como o azul...

beij