domingo, agosto 19, 2012

POSTAL DE FÉRIAS...


Renitentes as palavras na canícula
Fendidas pela brisa...

Não lamentos, nem anelos descuidados
Nem o reverso dos caminhos...

Apenas na neutra vibração do tempo
E no gosto da partilha
O poema se engendra...

E se solta em asas de poeira...

Como se o sol fora brasa
Ou teima de poeta
Soprando o dia...

   

8 comentários:

Maria disse...

Belo postal de férias!
Belas as tuas palavras feitas poema.

Beijos.

São disse...

Obrigada pelo lindo postal...e continuação de boas férias.

Abraço

Gisa disse...

Posso ver o voo do poema. Lindo querido amigo
Um grande bj

lis disse...

Bom é o privilégio de ser presenteada com palavras em forma de postais_ ponte entre o calor de umas férias de verão e um inverno tímido.
Lembra o personagem do livro de Romain Rolland que em dado momento seu coração repetia: 'tenho um amigo, tenho um amigo ..."
Mergulho o quanto dá e repito : 'tenho um amigo-poeta' que faz poemas e 'sopra-os até o meu dia'...
Obrigada
um abraço heretico

Mar Arável disse...


Escreveste na hora dos pássaros

Abraço

lino disse...

Um belo postal! Continuação de boas férias!
Abraço

jawaa disse...


Um postal destes merecia mais do que um simples comentário, é uma beleza só, leve e solto como deveriam ser os dias sempre.
Não são, bem sabemos.
Um abraço

© Piedade Araújo Sol disse...

que belo postal!

beij