segunda-feira, novembro 12, 2012

UMA LIÇÃO (PRÁTICA): sobre "Césares fugitivos"...



A Verdade Unifica
 
"Amigos, gostaria que soubésseis a Verdade e a dissésseis
Não como cansados Césares fugitivos: Amanhã vem farinha!
 
Mas como Lenine: Amanhã à noitinha
Estamos perdidos, se não...
 
Ou como se diz na cantiguinha:
 
Irmãos, com esta questão
Quero logo começar -
Da nossa difícil situação
Não há que escapar.
 
Amigos, uma forte confissão
E um forte SE NÃO!... “
 
 
Bertold Brecht – “Lendas, Parábolas, Crónicas, Sátiras e outros Poemas” - Tradução de Paulo Quintela

15 comentários:

Rogério Pereira disse...

"A verdade Unifica"

© Piedade Araújo Sol disse...

a verdade anda perdida...

São disse...

Pobre verdade tão violada que está!

Um abraço

lis disse...

Outra de Brecht _" E a Tebas de sete portas?quem a contruiu?
Nos livros estão nomes de reis.
Arrastaram eles os blocos de pedra?
E a Babilônia várias vezes destruída. Quem a reconstruiu tantas vezes?
Para onde foram os pedreiros, na noite em que a Muralha da China ficou pronta?
A grande Roma está cheia de arcos do triunfo.
Quem os ergueu? Sobre quem triunfaram os Césares? "

A cantiga continua _ onde? quem foi?
Cadê os Césares?
os 'relógios de pêndulos ' já não são tão precisos_ oscilam oscilam ... rs
meus abraços heretico
que as manifestações resultem!

Mar Arável disse...


Levantados do chão

quando o povo quiser

se o povo quiser

nem uma pedra ficará
por levantar

maceta disse...

e a verdade anda sempre tão curriqueira na boca de alguns...

Jorge Castro (OrCa) disse...

E veio farinha. E a farinha dá pão. E o pão mata a fome. Cada coisa em seu tempo.

Que nunca nos esqueçamos da sementeira do trigo, pois.

Abraços.

C Valente disse...

Tão actual
Saudações amigas

Mar Arável disse...


Eu conheço pedras com vida por dentro

mas não saúdo os calhaus

Abraço sempre

Rosa dos Ventos disse...

mas o povo diz que a verdade é como o azeite, vem sempre ao de cima!

Abraço

Lídia Borges disse...


Muito a propósito!

Salvam-se as reticências a lembrarem que a história não acaba aqui.


Lídia

jorge esteves disse...

O mais das vezes (é o que nos diz a História...):
- E assim será, se não...
- Se não, o quê?!
- Se não... não!
abraço!

Sandra Subtil disse...

Grata pela visita no meu Sentidos!
Que seja a verdade a guiar os passos do povo! Que não nos doa a voz.

AC disse...

Efectivamente a hora não é de indecisões, é de acção. Com muita convicção.

Abraço

R. disse...

Excelente, pertinente e necessário!