sexta-feira, janeiro 25, 2013

NOTICÍCIAS DE BABILÓNIA - 5



Perante o dilema da fome, os Magos, numa

língua estranha e distante, proclamam:

- “Deixem morrer os velhos para sobrevivência dos novos!...”

Hammurabi, o legislador, confia a barba e
exclama, empolgado:

- “Gloriosa Babilónia, onde o sangue dos velhos é alimento dos filhos!...”
.................................................

Os babilónicos, prostrados, erguem os

braços e, em ladainha, clamam aos céus:

- “Carne da minha carne/
Sangue do meu sangue...

 
- Carne da minha carne/
Sangue do meu sangue...”
 

11 comentários:

Luis lourenço disse...


Meu Caro:

dilemas destes no nosso tempo? os laços entre gerações prestam-se a muitos malabarismos...T~em de ser olhados e resolvidos com soluções profundas..."Ai a torre de Pisa tem ...metros de altura e as pupilas dos meus olhos dois milímetros de largura" A. Gedeão.

Forte abraço,

Véu de Maya

Luis lourenço disse...

corrijo:

Têm de ser resolvidos...

quem és, que fazes aqui? disse...


Da Babilónia (desta) nunca serão boas as notícias. O legislador é também um paciente pastor.
Da outra Babilónia,que se aproveite o Código.

Beijo

Laura

São disse...

Parece que estamos na eminência de ver ao vivo, em directo e a cores, "A Balada de Fujyama": já faltou mais!

Bom serão.

jrd disse...

Este Hammurabi parece ter os olhos em bico, mas olha(-nos) por baixo...

Abraço

maceta disse...

este mago devia estar com a bêbada, num país onde os anciãos costumam ser respeitados...que faça haraquiri...

C Valente disse...

Só para quem queira entender, com muita sabedoria
Saudações amigas

Graça Pimentel disse...

E isto tudo é no nosso mundo no século XXI...

beijo

Virgínia do Carmo disse...

Humanidade é uma palavra demasiado extensa para os próprios homens.

Um abraço, Manuel

AC disse...

Não haja dúvida, até a lucidez, de tão dura, pode doer!

Abraço

Rogério Pereira disse...

Mantém-te activo ó mensageiro
Mesmo se dos babilónios as noticias não sejam boas, um dia pode acontecer que as tragas bravas