segunda-feira, janeiro 07, 2013

"RESPIRAR POR GUELRAS..."


Para o Poeta Eufrázio Filipe,
meu irmão e meu amigo
 
 
Sobreviventes da demanda, somos restos
Que as marés deixam nas margens
Ou teimam à superfície das ondas
Antes que as crianças ou o capricho dos dias
Nos devolvam à água – matriz de tudo –
E os titãs ganhem forma nas profundidades
Antes da conquista das montanhas...
 
E as algas se enredem no cabelo das ninfas...
 
Aprendemos a “respirar por guelras” :
Diz o Poeta – meu irmão e meu amigo –
Como se a sobrevivência fora cântico no interior dos búzios
E a distância abismo do sonho
Antes de deflagrar no furor dos punhos...
 
E as aves desgrenhadas repletas de utopias rubras...
 
Azul é este poema, que se afoita ao destino da hora
Macerado de cansaços e andarilho ainda
Das sete partidas anunciadas e que efabulamos
Em noites de lua cheia e nos lances da memória...
 
Mordemos a vida escassa, enfim!...
– Essa nossa fome!...
 

 

 

11 comentários:

Licínia Quitério disse...

Abraços para vós ambos, Poetas Amigos!

jrd disse...

Eufrázio. Nosso Amigo e nosso Irmão.
Tu enquanto poeta e eu enquanto leitor e admirador da vossa poesia.
Um belo poema.

Um abraço

São disse...

Um forte abraço para ambos!

Mar Arável disse...


Nem o mar sabia entardecer
numa folha de papel
responder a tanto azul

mas nós chegávamos
nunca mais acabávamos de chegar

a tempo de plantar uma árvore

Abraço fraterno

Sandra Subtil disse...

Um encanto. Metáforas brilhantes! Deliciei-me.
Bela homenagem ao Eufrazio!
Beijos para os dois

Maria disse...

Tão bonito!
Tão bonitas também as palavras do Eufrázio!

Beijos aos dois.

Rogério Pereira disse...

Que se alargue o poema a quem venha
Também olhar as aves desgrenhadas repletas de utopias raras

Quero ser irmão dos meus irmãos!

Maria P. disse...

Lindo.

Saudades de vir aqui...

Bjo*

jawaa disse...


Um belo e forte poema - mais um!

Em cânticos soprados no escutar dos búzios, haveis de ganhar as
montanhas!

Um abraço

© Piedade Araújo Sol disse...

um poema intenso e muito belo.
parabéns aos dois manos Poetas.
beijo

maceta disse...

para os dois, que tambem sabem desenhar desejos e sentimentos com as palavras...