domingo, junho 16, 2013

Magnólias em Fim de Tarde...


Colhe o tempo magnólias em fim de tarde
Latência de um perfume que se inala como ópio
Às golfadas depois do esplendor
E persiste como vibração estreme
Ardência ainda mas já nuvem
Sem retorno...

Essa opulência outrora transbordante
É agora cadência volúvel que percorre os trilhos
Alvoroçados do mel silvestre
E das amoras
Ainda agora palato
E língua...

Sucos destemperados
Que resistem...
Ou paleta de mostos
Que os dedos amassam
Na flor dos dias gastos...

E sucumbem
Na incandescência operática
De um “encore” antes do pano...

E se transportam incrustados
Na desbotada pele das horas
Que estremece desmaiada...

E vibra ainda
Como linha encurvando-se
Antes do fecho...

 

13 comentários:

O Puma disse...

As magnólias são assim

alvas de pele
quando despontam
e desfolham

nos lábios
mesmo de olhos fechados

Lídia Borges disse...


Uma curva descendente, "encore", mas não sempre.





Um beijo


jrd disse...

O sabor da poesia na doçura das palavras.
Um Abraço Poeta

lino disse...

Um abraço

maceta disse...

declíneo suave de versos descendo o papel...

Mar Arável disse...

Que nunca se arrependam

as magnólias

Mel de Carvalho disse...

aprecio muitíssimo a sua poesia, estimado Herético; impõe transposta para livro, na minha modesta opinião. bem haja, pois, pela partilha.

fraterno abraço

anamar disse...

Como me encantou este poema vindo de si.

Obrigada pela visitinha.

Beijo :))

Blueshell disse...

O que foi...e o que ainda é...

Notável... a expressão de ideais conjugada com a beleza das imagens.

Bj
BShell

Gisa disse...

Poesia plena. Adorei,
Um bj com perfume de flores.

C Valente disse...

Bela poesia
Saudações amigas

Genny Xavier disse...

Perfumes e sabores na latência dos sentidos...
Tempo que colhe os dias e gastam as horas...sorvidas de gosto e seiva...palavra-fruta do teu verso.

Saudades de ti, poeta, nestes intervalos dos meus silêncios.
Genny

© Piedade Araújo Sol disse...

e na flor dos dias gastos, ainda vibra na ternura dos gestos e das palavras....

:)