sábado, maio 17, 2014

NOTÍCIAS DE BABILÓNIA L


Hannibal, o possidónio, foi espraiar agruras (de Babilónia) ao Império do Meio - com luzidia comitiva e a “patrona” a tiracolo...
 
O passeio pela “Cidade Proibida” ecoou numa iluminação - Hannibal, o possidónio, deixou cair pérolas de sabedoria sobre o exercício do poder.
 
Que é o distanciamento dos cidadãos é tanto maior – deixa perceber magnânimo - quanto maior é o número de concubinas do Imperador. E, de olho na “patrona”, tentando a brejeirice: “Uma é já o que é...”
.........................................................................
E este vosso cronista, acalmando a úlcera e dulcificando o sarcasmo: “Grande, Grande é Hannibal, o possidónio, com uma única mulher - que faz dos babilónios eunucos e ... parvos...”
 

9 comentários:

jrd disse...

Cá para mim , a Maria arriou-lhe uma valente cotovelada.
(foi o que li no bth...)

Abraço

Rosa dos Ventos disse...

Recuso-me a ouvi-lo!
Só diz barbaridades!

Abraço

Graça Pires disse...

Mesmo quando tenta a brejeirice, esse tal Hannibal só consegue que nos irritemos... Creio que ele julga que somos parvos, mas a falta de grandeza faz dele uma barata tonta...
Um beijo, meu amigo.

lino disse...

Possidónio e culturalmente analfabeto!
Abraço

Graça Sampaio disse...

Parvo é ele! E inculto. E tacanho! E pequenino! Que vergonha uma coisa destas a representar-nos!!!

Beijinho

Lídia Borges disse...


Não há graça que tenha graça nem coisa séria que séria seja, na boca deste "vomitador" de pérolas falsas.

Lídia

Rogerio G. V. Pereira disse...

Acho que a Cavaca
é boa a dar barraca

Se me permites, corrijo o cronista
ela tenta, tenta
mas já nenhum babilónio a aguenta

M D Roque disse...

Viva!
Hoje tive um tempinho extra, para poder ler e comentar como deve de ser.
Normalmente uso o G+1 para marcar presença, mas nem sempre me satisfaz.
É um privilégio ler escritos bons, e eu vou tentar ser mais presente.
Abraços e beijos. D

http://acontarvindodoceu.blogspot.pt

maceta disse...

o possidónio e a respectiva são impagáveis:fonte inesgotável das anedotas...

abraço