sábado, novembro 14, 2015

La Marseillaise - Edith Piaf

16 comentários:

Rogerio G. V. Pereira disse...

Hoje, numa edição longa do jornal na noite (não recordo o canal) mostrava os adeptos da selecção francesa cantando "A Marselhesa"... a energia era outra
Senti que o hino era cantado
para afastar o medo

Gisa disse...

Emocionante! Forte! Um bj querido amigo!

AC disse...

Todos os cantos ajudam na constatação do quase impensável. Contudo, se observarmos os sinais, diríamos do quase inevitável.

Um abraço

Graça Pires disse...

Arrepiante! Atenuará a angústia? Estou sem palavras...
Um beijo, meu Amigo

Mar Arável disse...

Que abram os olhos os inocentes
em vida
para que se lute contra os miseráveis mercados da guerra

MARILENE disse...

O que se pode esperar de quem não teme a morte? O hino é agora cantado com mais vigor, embora paire o silêncio nas almas. Abraço.

Teresa Durães disse...

Um sinal de lembrança e compaixão

Agostinho disse...

Sejamos sinceros.
Para que serve um hino?
Embalemo-nos que somos meninos...

Lune Fragmentos da noite com flores disse...

Edith Piaf tem a angústia na alma que o tema transmite neste momento...

Um beijo,

Suzete Brainer disse...

Bela e sensível partilha, meu poeta amigo!
Concordo com a querida Lune:
"A Edith Piaf tem a angústia na alma que
o tema transmite neste momento"
Tenho uma sobrinha (muito amada por mim)
Fisioterapeuta que mora pertinho de Páris,
estava lá e ficou no subsolo de um bar
aguardando o momento certo de sair,
ficou tudo "bem" com ela e os amigos
e todos ficamos presos nesta angústia...
Grata pela partilha!
beijo.

Majo disse...

~~~
Os hinos que incitam à acção

violenta estão fora de moda...

~~ Não é esta a solução.

~ Grande a pequena Piaf! ~

~~~~~ Beijo. ~~~~~~~
~ ~ ~ ~ ~ ~

O Puma disse...

A cantar também se luta

bettips disse...

Pelo menos, o sentido da partilha dos que sofrem. Se bem que afirmações destas pouco valem contra o terror que EXISTE (ainda hoje, St. Dennis).
Os outros... esses contam os lucros.
Abç

Parapeito disse...

sempre bom escutar
Edith Piaf ...a voz dela mais do que nunca é hoje Paris.

Vieira Calado disse...

Mesmo calado... canto a Marselhesa!

Saudações poéticas!

Fê blue bird disse...

Sinto um arrepio ao ouvir esta canção na voz inconfundível de Edith Piaf.

............
Amour sacré de la Patrie
Conduis, soutiens nos bras vengeurs
Liberté, Liberté chérie
Combats avec tes défenseurs!
Sous nos drapeaux, que la victoire
Accoure à tes mâles accents
Que tes ennemis expirants
Voient ton triomphe et notre gloire!


Beijinho