quinta-feira, fevereiro 25, 2016

CAMÕES LÍRICO - Sete Anos de Pastor...




Sete annos de pastor Jacob servia
Labão, pae de Raquel, serrana bella:
Mas não servia ao pae, servia a ella,
Que a ella só por premio pertendia.

Os dias na esperança de hum só dia
Passava, contentando-se com vella:
Porém o pae, usando de cautella,
Em lugar de Raquel lhe deo a Lia.

Vendo o triste Pastor que com enganos
Assi lhe era negada a sua Pastora,
Como se a não tivera merecida;

Começou a servir outros sete annos,
Dizendo: Mais servíra, senão fôra
Para tão longo amor tão curta a vida



Camões na prisão de Goa
.


2 comentários:

Majo disse...

~~~
Na minha opinião,

um dos sonetos mais belos de Camões.

Bucolismo bíblico, porém, de intenso lirismo.

Continua a ser lido, admirado e estudado nas escolas...

~~~ Beijo amigo. ~~~~~~~~
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Laura Santos disse...

Um soneto pastoril muito bonito. As duas últimas estrofes são uma maravilha!
xx