segunda-feira, março 21, 2016

NO PRUMO DOS DIAS...

Quando no prumo dos dias
Os passos em zénite
Desafiam a distância
Como asas...

E as montanhas se abrem
Ao eco de indizíveis nomes
Que soletro e
Esgravato na urze
E no cardo... 

Quando o sol se verga. E em curva
A sombra se avizinha no pastoreio
Da memória...

Quando a coruja de Minerva
Solta seu grito. E seus prenúncios...

E o bronze dos portais
Se abre aos murmúrios. E ao cântico
De velhas e novas carpideiras...

Afasto o bordão do tempo
E nas entranhas
Das aves
Exorcizo meus presságios...

E ergo minha taça
De vinho e fel...

E no rosto cansado dos homens
E no negro das mulheres
De outrora.

Inscrevo minha insígnia
De cinza e água. No pórtico indefinido
Dos dias claros...


Manuel Veiga

in "Do esplendor dos dias possíveis" - no Prelo - Poética Edições




13 comentários:

heretico disse...

ESTÃO OS COMENTÁRIOS ABERTOS

AS VISITAS E COMENTÁRIOS SEGUEM DENTRO DE MOMENTOS.

MUITO OBRIGADO PELA VOSSA GENEROSA COMPREENSÃO.

beijos e abraços

luisa disse...

Boa decisão em Dia de Poesia. :)

O Puma disse...

Ainda bem que te abriste

heretico disse...

mas este blog, meu caro Puma mais parece uma porta giratória:
está sempre aberta a quem vem por bem
e fica trancada quando é o caso.

abraço, sempre.

Pedro Luso disse...

Manuel,
Gostei muito de seu poema. Até porque está numa linha de poema de que gosto. Parabéns.
Um abraço.

AFRODITE disse...


(Das coisas ou dos dias!?)

Todos os brindes são bem vindos, se forem feitos por bem.

Beijinhos claros
(^^)

heretico disse...

tchim, tchim, Afrodite!

Graça Pires disse...

Inscreves a tua insígnia em todos os poemas porque eles falam da vida, das pessoas e de tudo o que o coração guarda. Um poema muito belo. Gostarei muito de ter este teu livro. Gostei do texto da Isabel que li ontem. Espero poder estar na tua festa...
Um beijo, meu amigo.

Mar Arável disse...

Tudo farei para estar presente
como sabes

Majo disse...

~~~
Muito aprecio estes poemas, num estilo muito pessoal,

«grandíloquo e eloquente»,com belas nuances bucólicas.

~~~ Sublime, Poeta! ~~~

Será um excelente livro...

~~~~ Beijo, amigo. ~~~~

heretico disse...

MarArável,

abraço. sempre...

© Piedade Araújo Sol disse...

de cinza e água
diz o poeta
e que sejam dias claros

no prenúncio das águas

belíssimo

beijo

:)

Agostinho disse...

Uma insígnia indelével construiu o poeta com aprumo.