segunda-feira, setembro 19, 2016

EM LOUVOR DE LYDIA (Dois)


Um dia, Lydia, seremos apenas eco
Na margem do rio e a brisa amena
A música de nossa ausência...

E tu virás solícita de rosas enfeitada
Que desfolharás, pétala a pétala, em teu regaço
E beberemos a fresca água por meus dedos.

E dolentes serão as horas.
E o arfar do peito assim deslassados
E teu perfume evanescente.

Como o murmúrio da tarde
Num suspiro breve tombando-se
A poente.

Manuel Veiga

Nota: Como se sabe, Lydia é uma criação literária de Ricardo Reis

 


8 comentários:

Suzete Brainer disse...

Belíssimo o poema, um canto do sublime do amor,
que mesmo em ausência, presentifica-se em
perfume do sentir poético a desenhar as horas
num chamamento!...

Certamente se pudesse o Ricardo Reis apreciaria
a Lydia (da tua criação literária) como
um belo poema inspirado.

O vídeo com a música é um encantamento poético (adorei!).
Apreciei muito o teu poema acompanhado da música,
uma sintonia muito bela!!
Bjs.

Sandra Sofia Gonçalves Afonso disse...

Um dia,todos nós temos morte destinada,portanto,temos que aproveitar a nossa vida ao máximo!! Tudo de bom,excelente semana para ti,fica bem amigo!!

© Piedade Araújo Sol disse...

MV

esta Lydia com seu perfume inebriante consegui prender a inspiração do Poeta

não será a de Ricardo Reis, mas, concerteza que será uma Musa inspiradora.

muito belo

beijo

:)

Agostinho disse...

Num suspiro breve, diz o poeta. Prenúncio de que a bela e olorosa Lídia há de voltar. Pois é idéia de pontos traços e sombras real que lhe agita o sonho.
Bonito de se ler, MV.

Manuel Veiga disse...

Agostinho, meu caro

saíste-me um bom "ponto", tu! rs

abraço

Odete Ferreira disse...

Deliciosamente belo!!!
(Acho que o RR ficaria com inveja da tua Lydia)
BJO :) :)

AFRODITE disse...


Fiquei na dúvida se este poema é uma prece... ou se uma promessa!
Deixaste-me a pensar numa outra coisa: para que lado "tombam" os amantes? Será para poente... como a tarde?

Beijinhos de Norte para Sul
(^^)

graça Alves disse...

Maravilhoso regresso a Ricardo Reis!
Parabéns!
bj