quarta-feira, junho 14, 2017

UMA HISTÓRIA SIMPLES - Convite




 Ao princípio, antes dos nomes,
Quando todas as coisas fluíam na inocência do porvir
Acordou, na margem, aos olhos do poeta,
Uma centelha (ou uma lágrima) fulgurante
Que a si própria se ergueu e se ungiu
Como Prodígio. E Mensageira.

E então todo o Caos se (des)ordenou.
E todas as cores e todos os sons.
E todas as formas. E todas as fórmulas.
E todos os ritos se abriram.

E todos barros...

E todas as sarças foram chama a arder na boca
De todas as palavras.

Manuel Veiga 

"CALIGRAFIA ÍNTIMA"
Poética Edições - Maio 2017


Sem comentários: