domingo, outubro 01, 2017

Cantares de Maio Moço...


Maio moço, meu amor, nos amamos!
Bocas em delírio incandescentes
E o pulsar da Primavera
Em nossos corpos.

Louco, louco era o vento desse espanto!
Que o beijo arde e as bocas pedem.

Seara esvoaçante em teus cabelos
E azul em teu olhar
Indeclinável.

Botânicos os jardins. Que ciosos, éramos.
Maio moço agora. E o fragor que canta.

Outros espantos
Em teus olhos
Cor de mel…


Manuel Veiga


Sem comentários: