segunda-feira, julho 15, 2019

MILENAR FOGUEIRA ...


São por vezes generosos os deuses soltando bênçãos
E caprichando desenfados no coração dos homens
Em tardes benévolas e quentes...

Sereníssimas as Mulheres a abrir seus mantos
E a soletrar o Milagre. E a cortar o pão.
E a ministrar o vinho.
Prudentes e sábias.

E a habitar toda a casa. E a tricotar conversas
E açucenas no rosto do dia pleno.

No pátio os homens soltam revoadas.
E gargalhadas.

E bebem apaziguados.
E límpidos...

E a paisagem verde ao fundo a devolver o Eco
E o murmúrio de Pã penetrando nos sentidos...

No interior do círculo uma rosa acesa – milenar fogueira!
Que um Poeta irá plantar em chão fecundo.
Como perfume da Memória
E essência pagã da Vida...


Manuel Veiga



Sem comentários: