poemaAnt.



1 – 7 de 7
Blogger São disse...
Quem sai aos seus...

Beijos para ti e para ele :)
16 março, 2017 22:41
 Eliminar
Blogger Odete Ferreira disse...
Já leva jeito, sim senhor :)
(É sempre um orgulho ver os nossos meninos a crescer poeticamente. Ainda que por breves instantes, soprou uma leve brisa de saudade do tempo de professora)
Um bjinho ao António :)
17 março, 2017 01:39
 Eliminar
Blogger Suzete Brainer disse...
Belo e sublime poema, um espelho de sentires do poeta e
não importa a idade. Aqui é Poema de um Poeta.
Parabéns pelo neto poeta e a alegria para ti e tua
família com mais um poeta e poesia em casa...
Partilha especial acompanhada de música sublime, Manuel.
Apreciei imensamente!
Bj.
17 março, 2017 12:09
 Eliminar
Blogger Jaime Portela disse...
Gostei do poema feito com a ajuda dos alunos. É assim que se vai ganhando o gosto pela poesia.
Do Mozart, gosto sempre.
Amigo Veiga, tem um bom fim de semana.
Abraço.
17 março, 2017 12:21
 Eliminar
Blogger luisa disse...
Filho ( não sei se é filho mas faz de conta) sabe nadar!
17 março, 2017 14:45
 Eliminar
Blogger Sónia M. disse...
Ternurenta esta partilha.
Um abraço aos dois.
17 março, 2017 15:01
 Eliminar
Blogger Teresa Almeida disse...
Beijinhos ao António Veiga e aos colegas. E ao avô também. Há, no poema, sensibilidade poética, ternura e envolvimento com a natureza. E a melodia é muito adequada.
Realmente, amei.
17 março, 2017 17:10
 Eliminar

Sem comentários: