sábado, maio 03, 2008

A raça da direita... e a tibieza do PS.

Recentemente a Direita chumbou, na Assembleia Municipal de Lisboa a atribuição do nome de Rogério Ribeiro a uma das Ruas da Cidade. Não seria um nome oportuno! Era o nome de um homem de paz, de um dos mais notáveis artistas plásticos contemporâneos.

Hoje contudo, apresentou e aprovou, na Assembleia da República, o voto de pesar pelo desaparecimento do Cónego Melo, uma personagem sinistramente beata, que até entre os sectores progressistas da Igreja causava calafrios.

Com a sua morte, o país não ficou mais pobre, nada de bom no nosso passado recente lhe é devido. Lamenta-se a morte, claro. A morte de alguém nunca deve ser motivo de regozijo , mas as honras públicas devem estar reservadas àqueles que a colectividade quer mostrar como exemplo. Por isso, não se justifica o voto do PS na Assembleia da República. Não é verdade que a aprovação deste voto de pesar não aqueça nem arrefeça. ...

Quanto ao visado, frio está e frio permaneça, porque fria e cruel era a sua visão do mundo.

Em suma, a Direita mostra a sua raça e o PS a sua desorientação!


...................................................................................................

Publicado por meu amigo O MARQUÊS DA PRAIA E MONFORTE em

http://palaciodomarques.blogspot.com/

20 comentários:

Tinta Azul disse...

Cónego Melo, personagem, para mim, sinistra.
Só o vi pessoalmente uma vez, numa viagem de comboio Lisboa-Porto, em que por causa das cheias ficámos parados horas sem sair do sítio. Por circunstâncias que não importa detalhar , dei comigo ao lado do Cónego. Uma espécide de arrepio no primeiro instante. Mas depois olhando melhor para aqueles olhos, mortiços, já sem o frio que neles sempre vislumbrei, pensei para comigo " Já não é o mesmo homem, há qualquer coisa que já morreu dentro dele". Não sei exactamente porquê, senti uma espécie de alivio.
Não demorou muito a que morresse mesmo...todo...
Não que sinta, obviamente, qualquer regozijo na sua morte, mas também não tenho qualquer lamento por ela.

Mar Arável disse...

Não desejo a morte a ninguem

mas considero que alguns

mereciam não ter nascido

O Puma disse...

ADMITO QUE VÁ PARA O CÉU

DE ONDE NUNCA DEVIA TER SAÍDO

um Ar de disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
um Ar de disse...

Que coisa tétrica!...
Que ideia tão estúpida...

Acho que nunca o vi, cara a cara. a esse cónego.
Imaginei-o, sempre, como o meu tio padre M. L., ilustre "pregador" do fascismo, que partilhava, certamente, das mesmas ideias sinistras e da mesma arrogância indigna.

A esse, cara a cara, olhos nos olhos, bem que lhe disse:
- Se todos os padres são como o tio, então, Deus não existe!
Nunca tive uma resposta, mas sim, um sorriso entre o desconfortável e o sarcástico.

Com o tempo, acabei por concluir que nem todos os padres eram como esse meu tio. Alguns, já nem estão cá, estão África Negra, no Brasil... Um deles já não é padre... outro morreu de "morte matada", ao lado dos "sem terra", em terras longíncuas brasileiras, muito antes do Lula da Silva ter chegado ao poder...

Desses, não reza a história da nossa AR.
Concerteza, todos estes "missionários" teriam mais que fazer, para se sentirem ignorados, porque ninguém os esquecerá. [Mesmo que Deus não exista.:)]

Licínia Quitério disse...

Este PS!! Cedências? Tibiezas? Algo pior? Se tem alma, porque a vende ao diabo?

Peter disse...

Desconhecia totalmente Rogério Ribeiro, mas vou procurar esclarecer-me, uma vez que dizes tratar-se de um homem de paz e um dos mais notáveis artistas plásticos contemporâneos.

Qt ao voto no Cónego Melo, o que esperavas?

P.S. - Como visitante assíduo do n/blog, devo-te uma explicação:
cada semana está a cargo de um colaborador. Esta foi a do ANT, a próxima será do vbm e a outra a minha.

Justine disse...

Se não me engano, o PS, com estas decisões, não está a mostrar a sua desorientação, mas sim a sua verdadeira cara.

Maria disse...

Pois, quando vi a votação na AR lembrei-me logo do Rogério Ribeiro...
A mãe do(s) Melo(s) devia ter fechado as pernas com muita força.....

beijos

SILÊNCIO CULPADO disse...

Herético
Vou confessar-te a minha ignorância mas não conhecia Rogério Ribeiro nem o Cónego Melo. Deste último só me apercebi vagamente por causa da votação na Assembleia.
Relativamente à direita e à esquerda seja ela de PS com D ou sem D, os resultados estão à vista. Perda de direitos e agravamento das condições de vida por um lado, maior concentração de riquezas por outro.

Abraço

velha gaiteira disse...

Amigo, calcula que só nos jornais recentes ouvi falar dele!!!

Já aprendi contigo hoje!

Abraço

mariadosol disse...

Não havia nexexidade. Além do resto é uma estupidez. O que é que lisboa tem a ver com um cónego mais do que discutível que é de Braga e ... havia nexexidade?

Graça Pires disse...

A Direita mostra a sua raça...
Também me arrepia.
Um abraço.

sinhã, a. disse...

Concluindo: fungágá da bicharada. :-)

M. disse...

Já nada me admira depois de, se bem recordo há uns anos, um certo programa na TV sobre os grandes Portugueses elegeu o Salazar..

Em política nunca me meto.

Haja vida :)

manhã disse...

não conheço Rogério Ribeiro, nem o cónego, mas existe uma espécie de má consciência na esquerda ps, e uma herança estranhamente beata dos tempos guterristas.

Gi disse...

Há alturas em que me envergonho pelo que os outros fazem ou dizem (manias) esta foi uma delas.

calculei que tivesses escrito sobre o assunto. Nisto não falhei .

Um beijinho para ti

Klatuu o embuçado disse...

Ou seja, temos pena da morte de uma cagada de padreco psicótico, assassino e bombista... mas nada de lamentar o assassinato cruel de Dom Carlos e do Seu Filho, como se merecessem ser o bode escarratório da miséria e da estupidez de um povo, que não lava a roupa de baixo e que odeia com raiva de rato quem se lava!!

Dar o nome de Rogério Ribeiro a uma rua?, esse comuna do caralho, que ilustrou o livro do comuna do caralho do Cunhal e ainda forrou paredes do Metro com motivos duvidosos??? Nunca, foda-se!, que nestas coisas a pátria é de todos e não tem esquerda nem direita!

Não me leves a mal, mas sabes o que acho?, tudo é a mesma merda, da esquerda è direita, dois clubes de punheteiros analfabetos, que ora se encontram para almoçar ora para andar à cabeçada! Analfabetos, em suma, República, em soma!

Abraço.
P. S. Depois há uns bons moços que andam atrás de melros... que tanto pode ser a infância perdida, Deus, Karl Marx ou o cono da vizinha.

P. P. S. Eu sei... já tinhas saudades minhas... :)

bettips disse...

Por mim, até acho que o país ficou mais rico com a morte desse. Só
quem não lhe cheirou o enxofre e pelas bandas de Braga, o caso esteve feio. ELP era sem H...
O povo anda entretido e falido, o que me parece perigoso.
Abç

Vlad disse...

Pertinente esta aobservação e, na minha opinião, cheia de razão.
Só uma coisa nõa entendi bem?
Achas então que o P.S. de hoje não é um partido de direita? ;)

Um abraço