segunda-feira, janeiro 10, 2011

Victor Alves - capitão de Abril

25 de Abril, Sempre!

17 comentários:

jrd disse...

Uma figura grande do "Nosso Abril". Uma referência para sempre.

Abraço

Manuela Freitas disse...

O que mais me repugna, é um telejornal ter como notícia de abertura o caso Carlos Castro e só lá para o fim aparecer a notícia da morte de Victor Alves!...

Manuela

heretico disse...

bem vinda, Manuela.
repugnante. tens razão...

AC disse...

Um homem bom, um cavalheiro, um fazedor de utopias...

Abraço

Rogério Pereira disse...

Não são apenas as referências envergomhadas ou timidamente nomeadas. São os próprio valores que vão desaparecendo...

Licínia Quitério disse...

Toda a razão, Manuela. Nojenta televisão esta. Estão a dar cabo de tudo o que foi sonho e grandeza.
Viva o 25 de Abril! Obrigada, Vítor Alves. Nós continuamos!

Maria disse...

SEMPRE!!!!!!!!

Beijos.

mdsol disse...

:))

Nilson Barcelli disse...

Teve muito pouco destaque nos telejornais... é o jornalismo de pacotilha que temos, que só procura o sensacionalismo...
Caro amigo, boa semana.
Um abraço.

hfm disse...

Estamos a perder as referências e os homens e as mulheres de um tempo!

© Piedade Araújo Sol disse...

sem destaque quase nenhum a quem foi uma referencia de abril...

uma boa semana

um beij

Mar Arável disse...

Não deixemos morrer

os nossos mortos

Abraço

lino disse...

Mais um "mal-amado"!
Abraço

SILÊNCIO CULPADO disse...

Victor Alves foi um Capitão de Abril e uma referência para quem ama os valores da liberdade.
Simplesmente esta TV do poder e dos interesses gosta mais dos dramas de faca e alguidar e de tudo o que é ópio para o consumidor desprevenido do que transmitir os valores e as pessoas que contribuem para o nosso desenvolvimento.
Por isso as Redes Sociais e a Blogosfera têm que estar activos para que uma consciência colectiva desperte e se assuma antes que seja tarde.

Abraço

OrCa disse...

Se me dão licença e a propósito do desenvergonhado silêncio a que as tevês se votaram relativamente a Vítor Alves, há um aspecto que interessa realçar, a bem da consciência colectiva:

- este silêncio é deliberado, programado e sequenciado por todos os «jornalistas»-capachos que enxameiam as tevês.

Não se trata aqui de «teorias da conspiração», mas tão só de se seguir a voz do dono, sempre abanando a cauda, sempre dizendo amen.

Porque eles sabem que o silêncio é gerador de ignorância e, esta, a mão direita da subserviência.

Aos que ainda estão vivos, pois, a urgente transmissão do testemunho, como é o caso presente.

Bem hajas por isso, Herético - ou não o fosses...!

Graça Pires disse...

Senti muito a morte de Victor Alves. Mais um capitão de Abril que se vai e com ele mais um pouco desse Abril que tanto amámos...
Um beijo, amigo

Fragmentos Culturais disse...

.. .sabes que evito intervir nos teus posts sobre política, por questões de princípio!

Mas suponho que não foram os meios sociais que o remeteram para segundo plano. Foram os próprios companheiros, há já algum tempo :(

Um beijo,