terça-feira, outubro 25, 2011

Manuel da Fonseca, tomar partido!...






Centenário de seu nascimento
em 13.Outubro.2011



13 comentários:

Maria disse...

Um poema-luta que me acompanha desde há mais de 35 anos...

Beijos.

VÉU DE MAYA disse...

Excelente o poema! E muito oportuna a homenagem. Obrigado pela partilha, meu caro.

abraços,

Véu de Maya

jrd disse...

Um grande Homem que soube sempre tomar partido, na prosa e na poesia.

abraço

Licínia Quitério disse...

Sábias palavras do grande Manuel da Fonseca. É preciso que o oiçam!

BlueShell disse...

Excelente: temos mesmo de abrir os olhos...de ir à luta e deixar a "paz podre" que nos entorpece o pensar!

Muito bem
Te abraço.

BShell

© Maria Manuel disse...

bela e pertinente homenagem ao escritor, dada a actualidade da sua mensagem: urge despertar e ser voz.

um abraço.

lino disse...

Um belo poema do Manel!
Abraço

O Puma disse...

Saudades vividas em vida

do nosso Manel

Virgínia do Carmo disse...

Uma advertência que faz todo o sentido. Sempre. E um poema muito belo.

Um abraço

MENSAGENS AO VENTO disse...

_______________________________


Que lindo esse poema! Um convite ao sair do comodismo...

Beijos de luz e o meu carinho!


Zélia (Mundo Azul)

_______________________________

quanto pesa o vento? disse...

muito boa escolha!
um grande senhor que merece sem dúvia ser recordado.
abraço.

Vera disse...

Gosto imenso, pelo poema, pela mensagem! Estive há umas semanas na Biblioteca da Amadora numa bela homenagem ao poeta do qual fiquei a gostar mais ainda!

Beijinhos

lis disse...

Cecília Meireles cai bem aqui perto de Manuel da Fonseca:
"Pus o meu sonho num navio
e o navio em cima do mar;
- depois, abri o mar com s mãos
para o meu sonho naufragar...!
portanto, antes que o “navio chegue ao fundo” e o “sonho desapareça”.
vou levando o poema daqui heretico é muito bom.
obrigada e abraços