quinta-feira, novembro 23, 2017

" OBSOLESCÊNCIA PROGRAMADA "


“Os que estão preocupados com a saúde do Planeta, nossa casa comum, e que lutam contra as diversas formas de poluição, por que não lutam contra a obsolescência programada?” -  K. Marx, in Das Kapital.

"Não raras vezes as empresas fazem acordos - cartel- e, com os profissionais de marketing, introduzem deliberadamente a obsolescência na sua estratégia de venda do produto, com o objectivo de gerar um volume de vendas duradouro reduzindo o tempo entre compras sucessivas. Um exemplo poderia ser o de uma máquina de lavar roupa, que é deliberadamente projectada para deixar de funcionar cinco anos após a compra, obrigando os consumidores a comprar outra máquina para os próximos cinco anos. O mesmo se passa com as lâmpadas, material informático.

...É preciso vender, obter lucro!

Não se trata de satisfazer as necessidades das pessoas, mas de obrigá-las a comprar, a poluir o planeta!"

11 comentários:

Larissa Santos disse...

Boa noite. Gostei muito do texto.

Hoje o título:-[ Janela aberta, esperança que chega...]

Bjos
Feliz Quinta-Feira

Tais Luso disse...

Concordo com tudo! Os Smartfones em dois anos ficam obsoletos, máquina de lavar que antes duravam 20 anos ou mais, agora duram bem pouco. Laptops e tudo de o mais de informática.
Geladeira é uma casquinha, fogão, freezer... tudo, Manuel! Tudo. Vivemos num mundo descartável, duração limitada, programada! Ninguém tem mais interesse em fazer com que as coisas durem. Um mundo diferente daquele quando éramos crianças e as pessoas e industriais se orgulhavam de serem sérios.

Estamos consumindo a morte do planeta - os plásticos que vão parar nas ilhas mais remotas dos oceanos no estômago de tartarugas, pássaros etc. Um bilhão e meio de sacolas plásticas são consumidas no mundo por dia!! Bota poluição nisso!!! Pobre planeta. Mas dá lucro!
Beijo!

Diana Fonseca disse...

É uma tristeza aquilo que estamos a fazer ao nosso planeta.
E depois queixamo-nos que não chove e blá, blá, blá.
É tudo culpa nossa.

Beijinhos, A Vida De Diana.

Gil António disse...

Bom dia

É mesmo um problema... absolescente

Deixo cumprimentos poéticos

Jaime Portela disse...

O mesmo acontece com a vida... se não fosse agnóstico, diria que Deus fez um programa muito curto para a humanidade...
Bom fim de semana, caro Veiga.
Um abraço.

Graça Sampaio disse...

Assustador...

Olinda Melo disse...


Situação preocupante, na verdade. Na agitação do quotidiano parecemos nem dar por isso. A reciclagem (hipotética) não conseguirá fazer face a tantos objectos atirados para o lixo, tal a velocidade cada vez maior com que isso acontece.

Excelente alerta.

Abraço

Olinda

Teresa Almeida disse...

Um bom alerta! E não sabemos como nos livrarmos deste fenómeno da "descartalização". Para além de fragilizarmos a nossa economia caseira, comprometemos a saúde do nosso belo planeta azul.

Beijo, amigo Manuel.

Odete Ferreira disse...

A função primeira da publicidade é criar a necessidade de.
A partir daqui, tudo se torna poluído, começando, naturalmente, pela mente...
Bjinho, Manuel

Agostinho disse...

Pura verdade. Há até, por parte dos fabricantes, a preocupação de impedir que os equipamentos possam ser reparados.
Há dias, saltou-me à vista uma máquina milagrosa para limpeza de detritos, de rios e lagos, de como solução para os problemas de poluição, e também a notícia da eliminação/redução de 70% do material plástico utilizando um fungo que está a ser desenvolvido na Universidade de Aveiro.
Julgo que a única forma de resolver os problemas é não criá-los, ou seja, ter comportamentos responsáveis.
Abraço.

São disse...

EXcelente pista de reflexão, sem dúvida.

Abraço