terça-feira, janeiro 10, 2012

FARISAÍSMO...


Incomoda-me o farisaísmo. O senhor cardeal, bispo de Lisboa, vem à liça, como seria expectável, refreando, sobre fingida capa da tolerância, as pulsões cavernícolas daqueles que, a propósito não sei bem que gajada dos negócios, pretendem que os maçons declarem a sua condição sempre que desempenham cargos políticos.

E, por certo, inspirado pelo Espírito Santo, declarou urbe et orbe (da parvónia), que pretender obrigar um maçon a declarar que é maçon, seria o mesmo que obrigá-lo a declarar que era adepto do Sporting ou do Benfica.

Sua Eminência, sacou assim do melhor de sua extracção saloia pois, de uma sachada, pretendeu caçar duas minhocas: por um lado, exibiu sua narcísica tolerância e, por outro, “reduziu” a importância da maçonaria a umas claques de futebol…

Mas Sua Eminência é um homem culto. Sabe, portanto, da contribuição da maçonaria para a causa da Humanidade e para a libertação do homem da servidão social e do obscurantismo religioso.

E, porque assim é, o vinagre mal destilado do senhor cardeal, vertido como se pura essência fosse.

Enfim, hipocrisias!…

Em tempo: sou ateu, republicano e… comunista! Sem outra filiação. E nenhuma obediência...
.........................................................................
Recordo, a propósito, um artigo, que Fernando Pessoa publicou no Diário de Lisboa, de 4 de Fevereiro de 1935, contra o projecto de lei, do deputado José Cabral, proibindo o funcionamento das associações secretas e que poderá ser consultado em

http://www.culturabrasil.org/fernandopessoaeamaconaria.htm 



  




11 comentários:

São disse...

Porque não falou Policarpo na Opus Dei?! Cada vez acho tudomisto mais estranho...

Fica bem

Rogério Pereira disse...

Quando escrevi meu post de hoje achei que incorria no risco de ser injusto. O que li sobre o que Fernando Pessoa escreveu, tal suspeita se desvaneceu... Muito oportuno este teu texto.

O Puma disse...

Don Policarpo só podia ser o que é

Carlos Ramos disse...

Caro Amigo

Concordo inteiramente com o seu raciocinio. Existem cada vez mais indicios do desaparecimento progressivo da democracia. Este é somente mais um deles. Mas não é nada de novo, apenas veio á tona...e camuflou outro assunto deveras importante, esse sim deveria ser discutido publicamente.

Abraço

jrd disse...

Atento, oportuno, assertivo.

Abraço

joão l.henrique disse...

Sua eminência,D.Policarpo, depois de saloio quer fazer dos outros parvos.


Um abraço.

lino disse...

Embora o Policarpo seja do menos mau que há na hierarquia da igreja católica, sempre vai dizendo o que não devia.
Abraço

PS: Sou laico, republicano, marxista-leninista e católico não alinhado.

BlueShell disse...

Tens razão...e isto irrita, sabes?
Bj

mixtu disse...

as palavras que me deixaram incomodado foram as palavras da ministra da justiça...

abrazo serrano

lis disse...

Só pra te deixar um abraço.
e reafirmar a admiração por Pessoa e
pelo heretico.
portanto, aos abraços ...

C Valente disse...

Tão piedosos eles são, mas continuam a viver em grande
Saudações amigas com bom ano