terça-feira, maio 07, 2013

NOTÍCIAS DE BABILÓNIA 23




Houve em Babilónia uma juventude irreverente e solidária. Detestava a guerra. E batia-se pela Liberdade... Ainda hoje se escutam os ecos esbatidos da sua generosidade...

Entretanto, no que dizem ser a euforia da Festa, por ganância, (ou desespero da fome) um jovem foi barbaramente assassinado...

Quanto vale uma morte? Ninguém se interroga - importa, sobretudo, alimentar a hidra!...

O bezerro de oiro cobre Babilónia com sua sombra – e captura a consciência dos jovens...

............................................................

Oh tempore, oh mores...” – balbucia um velho alquebrado, numa língua bárbara.

 

 

5 comentários:

Rogério Pereira disse...

Talvez esses ecos esbatidos, ainda venham a ser ouvidos... há jovens, ainda não muitos, cada vez mais atentos...

São disse...

Os jovens de agora terão que construir o seu tempo, como nós construímos o nosso...e o terão mesmo que fazer, dada a tempestade que cada vez mais os cerca (mesmo se saem para terras outras, que o mal é geral).

Bom dia.

O Puma disse...

Vejo sempre uma luz

no outro lado do cais

Abraço

Ana Tapadas disse...

Ah Babilónia, Babilónia...ainda não esquecemos Sião! Por isso há esperança, ainda!

bjs

João de Castro Nunes disse...


Onde vai a Babilónia, pá! JCN