domingo, maio 12, 2013

NOTÍCIAS DE BABILÓNIA 24

 
Havia em Babilónia, um princípio sagrado. Que, mais tarde, grandes povos levaram a seus códigos – nenhum crime, dever ou tributo sem que a lei previamente os preveja...
Com o barco encalhado e a algazarra na praça, Hammurabi, o legislador, propõe-se instituir o Arbítrio.
E para alimentar a Medusa, insaciável e castradora, suga o sangue dos velhos – o sangue presente e o sangue futuro!...
E até o sangue da morte...
...........................................................
Um velho, amargo e cáustico, murmura entre dentes: “Que enorme desgraça! ... O grande Hammurabi virou em Rosalino...”

9 comentários:

quem és, que fazes aqui? disse...


A Medusa. Hammurabi.

Tanto sugadouro!

Beijo e bom domingo.

Laura

João de Castro Nunes disse...


Que parvoeira! JCN

AC disse...

Hammurabi era um simples holograma, à espera de recompensa, quem decidia vivia em torre de marfim.

Abraço

Mar Arável disse...

Talvez escorregue da cadeira

na capital do móvel

jrd disse...

Rosalino o grande exterminador.

Abraço

Lídia Borges disse...


Em Babilónia, sagrado só mesmo a Medusa insaciável.


Beijo

Pearl disse...

A sede é mesmo assim!
Mortal.

:)

maceta disse...

o árbitro quer limpar o sebo aos grisalhos...

C Valente disse...

O clima está tão mau, que só apetece
encostar-me a uma esuina e esperar que a crise passe
saudações amigas