sábado, agosto 17, 2013

POSTAL DE FÉRIAS...


Somos inocência dos sentidos.
Carícia talvez em feminis corpos distendidos
Ou impossíveis dedos...

Ou o polissémico azul invertebrado
No dorso da onda a desmaiar
Em espuma breve...

Ou talvez ainda
O choro da criança a reclamar o seio
E o ubérrimo gesto de colhê-la...

Ou aquele velho sentado a remoer silêncios
Enxotando o moscardo e a salivar
Paladares perdidos...

Somos talvez planura de um tempo mítico -
Circulo fechado e nós no centro...

Ou talvez sejamos vertigem de sal e sol.
Apenas...

 

16 comentários:

jrd disse...

Um poema belíssimo onde todos os sentidos fazem sentido.
Abraco daqui

Mar Arável disse...

Talvez

mais azuis que os céus

Abraço amigo

quem és, que fazes aqui? disse...


Somos o que somos e o que queremos ser. Mas sempre (em) vertigem.

Beijo

Laura

Red Angel disse...

Somos Deuses!
Mas somos deuses num mundo e numa época, em que ninguém sabe o que isso verdadeiramente significa :-)

Boas férias.

Anónimo disse...

Hum...
Talvez!

AC disse...

Talvez, talvez...
Gostei, francamente, do poema.
Parabéns!

Abraço

Ana Tapadas disse...

Belíssimo! (é a palavra)

Beijo

jawaa disse...

Talvez sejamos, sim, tudo o que dizes. Gosto particularmente da vertigem de sal e sol...
E agradeço este belíssimo postal.
Continuação de boas férias!

Maria João Brito de Sousa disse...

... talvez essa vertigem de sal e sol, talvez...


O meu abraço!

São disse...

Obrigada pelo postal e desejo de continuação de excelentes férias.

Lídia Borges disse...


Somos e é tão pouco!


Nome: Olívia/ Pseudónimo: Lídia

Não outra

Henrique ANTUNES FERREIRA disse...

Hereticamigo

Somos inocência dos sentidos.
Carícia talvez em feminis corpos distendidos
Ou impossíveis dedos...


Arre, porra, ké bonito!!!
Mais um belo poema, que se insere, qual excepção, no tom amargo do Relógio de Pêndulo, como se vê no Rosto decadente do capitalismo.

è sempre preciso encontrar um oásis dentro das brumas arenosas do deserto. E tu - fizeste-o

Abç

Henrique

ॐ Shirley ॐ disse...

Todos remoemos silêncios...Lindo, herético. Beijo!

© Piedade Araújo Sol disse...

somos sim, tudo isso e o que escondemos.

apenas sabemos de nós...

:(

maceta disse...

ou a diferença de expor os belos sentimentos de uma forma etérea...
abraço

M. disse...

Gosto deste postal de férias. Aprecio este dizer das coisas do mundo, este misto de desânimo e sonho.