quarta-feira, janeiro 07, 2015

Yves Montand - Paris Canaille




"JE SUIS UN PARISIEN..."

4 comentários:

Rogerio G. V. Pereira disse...

Eu, lá, escrevi assim:

"Falta a lucidez de se clarificar quem, de facto, foram os autores do crime perpetrado em Paris. Quem quer que tenha sido merece ser perseguido, julgado e castigado. Mas para lá das sombras com que comentadores, politólogos, jornalistas queiram esconder a verdade mais crua devemos perceber que o imperialismo vive uma fase agressiva. Instalou o caos na vida dos povos do Norte de África, do Médio Oriente, na Ucrânia e na Venezuela. Apontar o dedo contra o extremismo islâmico sem apontar o dedo contra quem o financiou, treinou e armou é um insulto à memória dos que caem sob a barbárie da guerra.

Hoje, todos se dizem Charlie. Eu também sou. Mas devemos sê-lo todos os dias denunciando sem ceder à auto-censura quando se refere aos que nos conduzem à miséria, à exploração e à guerra."

heretico disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Graça Pires disse...

Como escreveu o poeta Carlos de Oliveira "não há machado que corte a raiz ao pensamento... Eles não sabem disso...
Um beijo, meu amigo.

jrd disse...

Moi aussi!

Amitiés.