sexta-feira, setembro 20, 2019

MELOPEIA E RITMO



              Inscreve-se o nome
Na excessiva letra
Intrometida
              Como uma gota
Tonta...

Ou uma nota perdida
Na voz quebrada
Da cítara

E na cadência
Da espera

Melopeia e ritmo
Que embala.
E fica...


Manuel Veiga




5 comentários:

Teresa Almeida disse...

Brilhante e inspirador, meu amigo Manuel Veiga!

"Melopeia e ritmo
Que embala
E fica ..."

Grande abraço, transmontano amigo.

Larissa Santos disse...

Muito bonito :))

Hoje:-Num toque subtil arrepias-me a mente

Bjos
Votos de um óptimo Sábado. Bom-fim-semana.

Jaime Portela disse...

Há coisas que ficam... na memória, no papel, etc., etc.
Magnífico poema, como sempre.
Caro Veiga, um bom domingo e uma boa semana.
Abraço.

Graça Pires disse...

Gostei da "letra intrometida como uma gota tonta…"
Gostei de ouvir o Zeca.
Uma boa semana.
Um beijo.

Olinda Melo disse...





Pequeno no tamanho mas deliciosamente
excessivo este Poema, no tanto que abarca:
na letra intrometida, na nota perdida, na
cadência da espera.

E tudo isso "Fica" e nos embala.

Abraço, Caro Manuel Veiga.

Olinda