quinta-feira, agosto 05, 2021

A COMÉDIA DA VIDA


Mais um “encore”, ainda.

Como quem serenamente

Espera o anoitecer no canto

Magoado de ave nocturna

 

Ou, então um inesperado estremecimento

Como se a alma se desprendesse sem prévio aviso

Ou, tão somente um delírio da pele

Como se nela se jogassem

Todas as sensações.

 

Assim fadadas quero que minhas letras

Sejam meu palco único

E lugar de excelência

De festa ou de tormenta.

 

E o poeta seja adereço desbotado

Da Grande comédia da vida

 

Manuel Veiga

 

9 comentários:

" R y k @ r d o " disse...

Poema deslumbrante recheado de conteúdo poético que me fascinou ler.
.
Cumprimentos fraternos.
.
Pensamentos e Devaneios Poéticos
.

Olinda Melo disse...


Ainda e sempre, Caro Manuel Veiga.
As suas palavras proporcionam excelentes e emocionantes
leituras, fruição que os seus leitores não dispensam.

O Poema que ora nos traz vai as profundezas do ser e do
sentido da vida. Construção poética belíssima... com o seu quê de
escatológico.

Grande abraço, meu amigo.
Olinda

Janita disse...

Na Comédia da Vida, o poeta é sempre a figura principal.
Belo poema, onde os sentimentos se desprendem do palco/alma, e volitam como folhas ao sabor do vento.

Estimo que se encontre bem caro Manuel Veiga.
Um abraço.

Megy Maia disse...

Deliciosamente belo!
Um beijo, Manuel!
Megy Maia🌈

Ailime disse...

Boa tarde Manuel,
O Poeta jamais é adereço, é figura principal que dá voz e alma ao que tão bem escreve.
Um poema belíssimo que muito apreciei.
Beijinhos,
Ailime

Teresa Almeida disse...

Um estremecimento percorre a medula do poema. E as sensações repercutem-se na pele.

Bendito seja quem as traz a lume.

Meu aplauso, caro amigo Manuel.

Grande abraço.

Teresa

AnaMar (pseudónimo) disse...

Quando o poema e o peta são um só...
Abraço.

Tais Luso de Carvalho disse...

A vida, por vezes é uma grande comédia, sim, prega peças desastrosas e inimagináveis, mas a poesia e os poetas, mantém a leveza.
O que seria da vida, por vezes muito árida, sem os poetas a mostrarem, com a magia das palavras, que em algum lugar pode ainda haver encanto!?
Um excelente domingo, meu amigo, que você esteja bem! E cuide-se!
Beijo.

Graça Pires disse...

"Quero que minhas letras
Sejam meu palco único
E lugar de excelência"
Tens dúvidas de que isso já acontece, meu Amigo?
Desejo que estejas bem.
Uma boa semana com muita saúde.
Um beijo.

OS LONGOS DEDOS DA SOLIDÃO ...

      Na lisa permanência do tempo ressaltam De quando em quando, pequeníssimos fragmentos Algumas frações mínimas – um relance de um ...