segunda-feira, Setembro 29, 2014

PRODIGIOSO DIA...


Encobre-se o poeta em seu nome
E assim emboscado
Recolhe a graça
E se faz Mar
E barco...

E se unge
E se alcança
Marinheiro...

Torna-viagem de si próprio arde.
E na amurada do sonho funde as rotas
E todos os mapas. E em todas as praias
Aporta. Peregrino...

Em cada enseada se derrama.
E em todas as ilhas cativo.

E é mastro altaneiro. E gávea.
E é o alvoroço inaugural das ondas.
E o corpo em flor de Nereide.
E o canto enfeitiçado...

Tece agora em seu diário
A ortografia da viagem. E o assombro.
E a vertigem.

E em registo cifrado
Tabelião de desacertos
Resguarda-se.

E desdizendo-se se faz rota.
E do sangue incendiado
Se faz Grito.

É companheiro das brumas
E Argonauta de todas as demandas.

E de todas as âncoras
O prodigioso dia!...


Manuel Veiga





sábado, Setembro 27, 2014

NOTÍCIAS DE BABILÓNIA LIX


Babilónia, com o barco afundado, dá cartas na arte da Diversão e do Prodígio - louvados sejam os deuses que a protegem...

Hossana, hossana!...

Hammurabi, o legislador, um primor de sensibilidade e bom gosto, transmutou, há dias, fenomenal, o ensino público em salsicha - que muitos dizem ser podre...

Exímio, agora, no contorcionismo, nega-se porém ao número de strip-tease - a Praça encolhe os ombros e murmura “que o rei vai nu..."
...............................................................................
E um velho valdevinos, ruído pela sífilis e pelo álcool, desabrido: “antes o Cabaré da Coxa – onde as p... eram p... e a conversa era séria ...”

quinta-feira, Setembro 25, 2014

ESPAÇO LIVRE COM BARCOS - Graça Pires








GRAÇA PIRES - UMA SENHORA POETISA...
( E boa amiga...)